Domina os Conceitos Médicos

Estuda para o curso e exames de Medicina com a Lecturio

Vias Auditivas e Vestibulares: Anatomia

As vias auditivas e vestibulares são vias anatomicamente relacionadas, mas distintas, que permitem a perceção consciente e a reação ao som e à orientação espacial. A estimulação da cóclea e do aparelho vestibular, pelas células ciliadas especializadas, excita e envia sinais através de partes do nervo vestibulococlear (NC VIII) para o tronco cerebral, onde fazem sinapse em vários alvos, enviam e recebem outras projeções e, por fim, contribuem para a orientação e perceção espacial do som.

Última atualização: 2 May, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Via Auditiva

A via auditiva do cérebro começa no canal auditivo externo e inclui o ouvido médio/interno e, eventualmente, os núcleos do tronco cerebral antes de transmitir eferências finais para o córtex auditivo primário no lobo temporal.

Componentes

  • Componentes periféricos:
    • Ouvido externo:
      • Canal auditivo e membrana timpânica
      • Transfere ondas sonoras
    • Ouvido médio:
      • Espaço aéreo com 3 ossículos (martelo, bigorna, estribo)
      • Conduz e amplifica o som
    • Ouvido interno:
      • Cóclea preenchida por líquido
      • Tonotopia da membrana basilar: baixa frequência audível no ápice e alta frequência audível na base
      • Vibração transduzida por células ciliadas → sinalização ao nervo auditivo (NC VIII) → tronco cerebral
  • Componentes centrais:
    • Consistem no órgão de Corti e núcleos auditivos do tronco encefálico
    • As fibras aferentes transmitem informações do órgão de Corti → núcleos auditivos no tronco encefálico:
      • Núcleos cocleares: localizados no lado dorsolateral do tronco encefálico na junção pontomedular
      • Núcleos olivares superiores: localizados na ponte
      • Núcleos lemniscais laterais: trato de axónios no tronco encefálico, que transportam informações auditivas para o colículo inferior do mesencéfalo
      • Colículo inferior: localizado no mesencéfalo
      • Corpo geniculado medial do tálamo: parte do sistema de retransmissão talâmico
      • Córtex auditivo: localizado nas áreas transversas temporais anterior e posterior
Núcleos envolvidos na sensação auditiva

Esta imagem ilustra os núcleos envolvidos na sensação auditiva. Cada um dos componentes desempenha um papel importante na condução da informação auditiva do NC VIII até o córtex.

Imagem por Lecturio.

Circuito da via auditiva

Ouvido externo → ouvido interno → despolarização das células ciliadas cocleares na cóclea → núcleo olivar superior ipsilateral e contralateral → lemnisco lateral → colículo inferior → corpos geniculados mediais do tálamo → córtex auditivo do lobo temporal

Caminho do som

Imagem que descreve o caminho do som da cóclea até o nível do córtex auditivo, com cortes axiais a vários níveis através do tronco cerebral

Imagem: “Auditory Pathway” por Jonathan E. Peelle. Licença: CC BY 4.0

Via Vestibular

A via vestibular do cérebro começa com o utrículo e o sáculo, com aferências adicionais dos canais semicirculares. A informação, eventualmente, atinge os núcleos do tronco cerebral antes de transmitir eferências finais para o tálamo e cerebelo.

  • Monitoriza a orientação do corpo em relação à gravidade e estimula os tratos vestíbulo-espinhais a despoletar movimentos compensatórios
  • A posição da cabeça em relação à gravidade é percebida pelos 2 órgãos otólitos, o utrículo e o sáculo:
    • Utrículo: orientado horizontalmente
    • Sáculo: orientado verticalmente
  • A aceleração angular da cabeça é detetada pelos 3 canais semicirculares.
  • As células ciliadas no utrículo, sáculo e canais semicirculares são deslocadas com base na sua posição em relação à gravidade, levando à despolarização e estimulação da porção vestibular do NC VIII.
  • As fibras aferentes do aparelho vestibular transmitem informações para 4 pares de núcleos vestibulares (superior, lateral, inferior e medial) na medula e na ponte.
    • Aferências dos núcleos vestibulares:
      • Aferentes de 1ª ordem no gânglio vestibular
      • Cerebelo: lobo floculonodular
    • Eferências dos núcleos vestibulares:
      • Núcleos oculomotor, troclear e abducente via fascículo longitudinal medial (MLF, pela sigla em inglês)
      • Tálamo
      • Cerebelo: lobo floculonodular via pedúnculo cerebelar inferior
      • Trato motor descendente do trato vestíbulo-espinhal lateral
      • Trato motor descendente do trato vestíbulo-espinhal medial
Intrincadas vias do sistema vestibular

Esta imagem demonstra as intrincadas vias do sistema vestibular.
Observar o fluxo de informações. A despolarização das células ciliadas no ouvido interno envia informações auditivas para os gânglios vestibulares, que transmitem as mesmas para os núcleos vestibulares (também recebem informações do cerebelo).
A partir daqui, os núcleos vestibulares enviam informações aos NC III, IV e VI para definir o movimento ocular. Os núcleos vestibulares também enviam informações para o tálamo, cerebelo e trato vestíbulo-espinal medial e lateral, permitindo a perceção, integração e ajuste da posição do corpo no espaço.

Imagem por Lecturio.

Eferentes da via vestibular

Tabela: Eferentes da via vestibular
Estrutura anatómica Função
Núcleos de nervos cranianos Controlo sobre os movimentos oculares
Tálamo Perceção consciente do movimento e da gravidade, através de conexões com o córtex
Cerebelo (lobo floculonodular) Coordenação de ajustes posturais
Trato vestíbulo-espinhal lateral Caminhar ereto
Trato vestíbulo-espinhal medial Auxiliar na integração dos movimentos da cabeça e dos olhos

Relevância Clínica

  • Neurinoma acústico: neuroma acústico é um tumor benigno das células de Schwann que envolve os nervos cranianos dentro do crânio. Os neurinomas acústicos afetam mais frequentemente o NC VIII, mas também podem afetar o NC VII, devido à localização no ângulo pontocerebelar. Os neurinomas acústicos geralmente apresentam-se com perda auditiva e zumbido. O tratamento é com remoção cirúrgica.
  • Perda auditiva: os défices auditivos são classificados em perda auditiva de condução e neurossensorial. A perda auditiva de condução ocorre quando há um problema da transferência das ondas sonoras em qualquer local ao longo do ouvido externo, da membrana timpânica ou do ouvido médio. Nos casos de perda auditiva neurossensorial, há um erro na transmissão dos estímulos auditivos da cóclea para os núcleos auditivos.
  • Vertigem: sensação de movimento entre si mesmo e o ambiente quando não está a ocorrer nenhum movimento. A vertigem não se limita a uma sensação de rotação (spinning); outras formas incluem levantar-se, balançar e movimentos não sistemáticos. A vertigem ocorre mais frequentemente devido a alterações nos canais semicirculares.

Referências

  1. Park, JK, & Vernick, DM. (2020). Vestibular schwannoma (Acoustic neuroma). UpToDate. Retrieved May 26, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/vestibular-schwannoma-acoustic-neuroma
  2. Kutz, JW. (2020). Acoustic neuroma. Medscape. Retrieved May 26, 2021, from https://emedicine.medscape.com/article/882876-overview
  3. Stanton, M, & Freeman, AM. (2021). Vertigo. StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK482356/
  4. Barrett, KE, Barman, SM, Boitano, S, & Reckelhoff, JF. (2017). Hearing & equilibrium. In Ganong’s Medical Physiology Examination; Board Review. McGraw-Hill Education. http://accessmedicine.mhmedical.com/content.aspx?aid=1142554680 
  5. Wipperman, J. (2021). Dizziness and vertigo. In Conn’s Current Therapy 2021, pp. 9–14. Elsevier. https://www.clinicalkey.com/#!/content/book/3-s2.0-B9780323790062000045 
  6. Walker, MF, & Daroff RB. (2018). Dizziness and vertigo. In Jameson, J, et al. (Eds.), Harrison’s Principles of Internal Medicine, 20e. McGraw Hill. https://accessmedicine.mhmedical.com/content.aspx?sectionid=192011330&bookid=2129&Resultclick=2 
  7. Kerber, K. (2021). Dizziness. DeckerMed Medicine. Retrieved September 15, 2021, from https://doi.org/10.2310/PSYCH.6089
  8. Isaacson, B. (2010). Hearing loss. Medical Clinics of North America. 94(5), 973–988. https://doi.org/http://dx.doi.org/10.1016/j.mcna.2010.05.003 
  9. Shapiro, SB, et al. (2021). Hearing loss and tinnitus. Medical Clinics of North America. 105(5), 799–811. https://doi.org/http://dx.doi.org/10.1016/j.mcna.2021.05.003 
  10. Molina, FJ. (2012). Chapter 18: Hearing loss. In Henderson, MC, Tierney, LM, & Smetana, GW. (Eds.), The Patient History: An Evidence-Based Approach to Differential Diagnosis, 2e. The McGraw-Hill Companies. http://accessmedicine.mhmedical.com/content.aspx?aid=56852049 
  11. Berkowitz, AL. (2016). The auditory and vestibular pathways and approach to hearing loss and dizziness/vertigo: Cranial nerve 8. In Clinical Neurology and Neuroanatomy: A Localization-Based Approach. McGraw-Hill Education. http://accessmedicine.mhmedical.com/content.aspx?aid=1160204039 
  12. Krogmann, RJ, & Al Khalili, Y. (2021) Cochlear Implants. StatPearls. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK544280/

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

Details