Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Rastreio do Cancro do Pulmão

O cancro do pulmão é a principal causa de morte relacionada com cancro nos Estados Unidos, sendo que 90% dos casos são fatais. A grande maioria dos casos está associado ao tabagismo e, portanto, a cessação tabágica é incentivada para redução do risco de um doente ao longo da vida. O rastreio anual com tomografia computorizada de baixa dose está recomendado para a deteção precoce em doente entre 50–80 anos com história significativa de tabagismo. Este programa de rastreio demonstrou uma redução significativa na mortalidade.

Última atualização: Apr 14, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Descrição Geral

Cancro do pulmão

O cancro do pulmão é um tumor maligno do pulmão com origem no epitélio respiratório dos brônquios, bronquíolos e alvéolos.

Epidemiologia

  • O cancro do pulmão é a principal causa de morte relacionada com cancro nos Estados Unidos.
    • 90% dos casos são fatais.
    • A sobrevivência aos 5 anos é de aproximadamente 18% dos casos (mesmo com avanços no tratamento)
    • Mortalidade anual:
      • 160.000 mortes nos Estados Unidos
      • 1,6 milhões de mortes globalmente
  • 230.000 novos casos são reportados anualmente nos Estados Unidos.
    • Representa 13% de todos os casos de cancro
  • A incidência aumenta com a idade:
    • Raro abaixo dos 50 anos
    • A incidência atinge o pico entre os 75 e os 79 anos.
  • 85%‒90% dos casos de cancro do pulmão estão relacionados com o tabagismo.

Fatores de risco

  • Tabagismo (o mais comum):
    • Aumento do risco com o aumento do número de cigarros fumados, em unidades maço-ano (UMA) (UMA = número de cigarros fumados diariamente x número de anos como fumador) / 20.
    • Fumar em baixa intensidade durante um longo período: maior propensão para desenvolver cancro do pulmão do que fumar numa intensidade mais alta por um período mais curto
    • A associação com os cigarros eletrónicos ainda não é clara.
  • Exposição ambiental:
    • Fumadores passivos
    • Poluição do ar
    • Amianto/Asbesto
    • Radão
    • Crómio
    • Níquel
    • Arsénio
    • Hidrocarbonetos aromáticos policíclicos
  • Tratamento com radiação
  • Doença pulmonar:
    • Fibrose pulmonar idiopática
    • Deficiência de alfa-1-antitripsina
    • Doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC)
  • Infeção pelo vírus da imunodeficiência humana (VIH)
  • História familiar
  • Consumo de álcool

Redução dos fatores de risco

A cessação tabágica reduz o risco de cancro do pulmão.

  • O fator mais importante
  • O maior benefício é observado naqueles com cessação tabágica até aos 30 anos.
  • Risco 39% inferior aos 5 anos após cessação (após uma média de 21 UMA).
  • 41% dos cancros do pulmão em ex-fumadores ocorrem 15 anos após a cessação tabágica.
  • Alterações na dieta podem ser benéficas (não está bem estabelecido).
  • A cessação tabágica também reduz o risco de outras doenças/condições (como outros tipos de cancro, aterosclerose e doença pulmonar obstrutiva crónica).

Justificação do Rastreio

Benefícios do rastreio

  • O objetivo é a deteção precoce da doença, que é:
    • Mais suscetível ao tratamento
    • Associado a melhor prognóstico
  • Vários estudos também demonstraram uma associação favorável com a cessação tabágica.

Riscos do rastreio

  • Alta taxa de falsos positivos.
  • A maioria das anormalidades detetadas são nódulos benignos.
  • Cursa com biópsia ou cirurgia desnecessárias.
  • Maior exposição à radiação.
  • Sobrediagnóstico:
    • Deteção de cancros que não afetariam a morbilidade ou a mortalidade do doente
    • Cursa com uma abordagem agressiva desnecessária
  • Dano psicológico

Recomendações de Rastreio

  • Tomografia computorizada de baixa dose anual (LDCT, pela sigla em inglês)
  • Seleção dos doentes tendo por base as recomendações das organizações:
    • A United States Preventive Services Task Force (USPSTF) 2020 recomenda o rastreio do cancro do pulmão para (deve cumprir todos os critérios):
      • Adultos entre 50‒80  anos
      • História de tabagismo de 20 UMA
      • Fumador atual ou cessação nos últimos 15 anos
    • A American Cancer Society recomenda o rastreio para (deve cumprir todos os critérios):
      • Adultos entre 55‒74 anos
      • História de tabagismo de 30 UMA
      • Fumador atual ou cessação nos últimos 15 anos
    • Outras organizações têm recomendações semelhantes, embora com variação da faixa etária.
  • Todos os doentes incluídos num programa de rastreio devem ser submetidos a intervenções para cessação tabágica.
  • O rastreio pode ser descontinuado se o doente:
    • Não fuma há 15 anos
    • Apresenta uma patologia que limitará a sua esperança de vida
    • É incapaz ou não pretende ser submetido a cirurgia pulmonar curativa

Vídeos recomendados

Estratégias para Rastreio

Tomografia computorizada de baixa dose

  • Redução na mortalidade demonstrada no National Lung Screening Trial (NLST):
    • Redução de 20% na mortalidade por cancro do pulmão
    • Redução de 6,7% na mortalidade por todas as causas
  • O LDCT produz imagens de alta resolução com menos radiação.
  • Achados anormais devem ser estudados com tomografia computorizada (TC) diagnóstica.
  • Sistema de informação e comunicação do rastreio com TC pulmonar (Lung-RADS®)
    • Sistema de comunicação de resultados padronizados
    • Conceptualizado para minimizar a taxa de falsos positivos
Tabela: Resumo das categorias de resultados do LDCT e orientações
Categoria Avaliação Acompanhamento
0 Incompleto A aguardar imagens de TC prévias ou imagens tecnicamente inadequadas
1 Negativo (sem nódulos pulmonares) Continuar o rastreio anual normal.
2 Nódulos de aspeto benigno Continuar o rastreio normal.
3 Provável nódulo(s) benigno(s) Repetir LDCT em 6 meses.
4 Suspeito Variável; inclui LDCT de acompanhamento a curto prazo, TC diagnóstica, tomografia por emissão de positrões, biópsia ou cirurgia

Radiografia torácica

  • Previamente utilizada em combinação com a citologia da expetoração
  • Não se comprovou um benefício na mortalidade
  • Não está recomendada atualmente

Referências

  1. Deffebach, M.E., and Humphrey, L. (2020). Screening for lung cancer. UpToDate. Retrieved December 15, 2020, from https://www.uptodate.com/contents/screening-for-lung-cancer
  2. Midthun, David E., MD (2020). Clinical manifestations of lung cancer. UpToDate. Retrieved December 15, 2020, from https://www.uptodate.com/contents/overview-of-the-risk-factors-pathology-and-clinical-manifestations-of-lung-cancer
  3. McKee, B.J. (2019). Lung-RADS standardized reporting for low-dose computed tomography for lung cancer screening. UpToDate. Retrieved December 15, 2020, from https://www.uptodate.com/contents/lung-rads-standardized-reporting-for-low-dose-computed-tomography-for-lung-cancer-screening
  4. Keith, R.L. (2020). Lung carcinoma. MSD Manual Professional Version. https://www.msdmanuals.com/professional/pulmonary-disorders/tumors-of-the-lungs/lung-carcinoma
  5. U.S. Preventive Services Task Force. (2020). Screening for lung cancer: U.S. Preventive Services Task Force draft recommendation statement. https://www.uspreventiveservicestaskforce.org/uspstf/draft-recommendation/lung-cancer-screening1
  6. Siddiqui, F., and Siddiqui, A.H. (2020). Lung cancer. StatPearls. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK482357/
  7. Tindle, H. A., Stevenson Duncan, M., Greevy, R. A., Vasan, R. S., Kundu, S., Massion, P. P., & Freiberg, M. S. (2018). Lifetime smoking history and risk of lung cancer: Results from the framingham heart study. JNCI: Journal of the National Cancer Institute, 110(11), 1201–1207. https://doi.org/10.1093/jnci/djy041
  8. Markaki, M., Tsamardinos, I., Langhammer, A. et al. (2018). A Validated Clinical Risk Prediction Model for Lung Cancer in Smokers of All Ages and Exposure Types: A HUNT Study. / EBioMedicine, 31(2018), 36–46. https://www.thelancet.com/action/showPdf?pii=S2352-3964%2818%2930114-2
  9. Pleasants, R.A, Rivera, M.P., Tilley, S.L., Bhatt, S.P. (2020). Both Duration and Pack-Years of Tobacco Smoking Should Be Used for Clinical Practice and Research. Annals of the American Thoracic Society, 17(7), 804–806. https://doi.org/10.1513/AnnalsATS.202002-133VP 
  10. ELF. Lung cancer. Retrieved December 15, 2020, from https://www.europeanlung.org/en/projects-and-research/projects/smokehaz/lung-conditions/home/adults/lung-cancer/active-smoking/detailed-findings-and-data
  11. CDC. (2020). Smoking and Cancer. https://www.cdc.gov/tobacco/campaign/tips/diseases/cancer.html
  12. Kumar, V., Abbas, A. K., Aster, J.C., (Eds.) (2020). Effects of Tobacco. Robbins & Cotran Pathologic Basis of Disease. (10 ed. pp. 415–418).

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details