Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Puberdade

A puberdade é uma série complexa de transições físicas, psicossociais e cognitivas geralmente vivenciadas por adolescentes (11-19 anos de idade). A puberdade é marcada por um crescimento em estatura e pelo desenvolvimento das características sexuais secundárias, início da fertilidade e mudanças na maioria dos sistemas de órgãos. É importante estar familiarizado com a puberdade normal para poder reconhecer e abordar anormalidades, como a puberdade precoce ou tardia.

Última atualização: Feb 25, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Descrição Geral

Definição

A puberdade é o período de tempo desde o 1º aparecimento das características sexuais secundárias até ao atingimento do desenvolvimento sexual completo. A puberdade envolve uma série complexa de mudanças físicas, psicossociais e cognitivas.

Início

  • A idade média de início da puberdade diminuiu nos últimos anos.
  • Idades normais:
    • 8-13 anos no sexo feminino
    • 8-12 anos no sexo masculino

Controlo hormonal no início da puberdade

  • Um evento crítico na puberdade é um aumento na secreção pulsátil da hormona libertadora de gonadotrofina (GnRH) pelo núcleo arqueado do hipotálamo.
    • Os neurónios kisspeptina no núcleo arqueado secretam neurocinina B e dinorfina.
    • A neurocinina B e a dinorfina causam a secreção pulsátil de GnRH.
  • A GnRH causa a libertação de hormona luteinizante (LH) e hormona folículo-estimulante (FSH) da hipófise anterior. Tanto o LH como o FSH afetam as células de Leydig e de Sertoli nos testículos e as células da teca e da granulosa do ovário.
  • A zona reticular das glândulas adrenais secreta androgénios como o DHEA, resultando nas características da adrenarca. A zona reticular funciona separadamente do eixo hipotálamo-hipófise-gonadal.
  • Alterações hormonais no sexo feminino:
    • A LH atua nas células da teca do ovário para converter colesterol em androgénios.
    • As células da granulosa convertem os androgénios em estradiol sob o controlo da sinalização pela FSH.
    • O estradiol atua em vários órgãos até ao fim da puberdade.
  • Alterações hormonais no sexo masculino:
    • A LH atua nas células de Leydig para converter o colesterol em testosterona.
Desenvolvimento do eixo hipotálamo-hipófise-gonadal (hpg) normal em mulheres

Eixo hipotalâmico-hipofisário-gonadal (HPG) normal em mulheres

GnRH: hormona libertadora de gonadotrofinas
FSH: hormona folículo-estimulante
LH: hormônio leutinizante
Imagem por Lecturio. Licença: CC BY-NC-SA 4.0

Vídeos recomendados

Mudanças Físicas Durante a Puberdade

A puberdade pode ser dividida em 4 fases consecutivas diferentes, nomeadamente, telarca, pubarca, pico de crescimento e menarca.

Telarca

  • Desenvolvimento mamário com formação do botão mamário e proliferação do epitélio ductal e glandular
  • 1º sinal de puberdade no sexo feminino
  • Hormonas envolvidas: estrogénio, estradiol, prolactina
  • Início: 7-14 anos de idade

Pubarca

  • Crescimento de pelos púbicos e axilas
  • Hormonas envolvidas: testosterona, 5α-diidrotestosterona
  • Início: 8-15 anos de idade

Pico de crescimento

  • Início:
    • Em média, 2 anos mais cedo no sexo feminino
    • Aproximadamente 1 ano após os primeiros indicadores de puberdade
  • 3-10 cm de crescimento por ano
  • Hormonas envolvidas:
    • A libertação de esteróides sexuais leva à produção de hormonas de crescimento.
    • Leva à produção de fator de crescimento semelhante à insulina-1 (IGF-1) no fígado

Menarca

  • 1ª menstruação
  • Devido à diminuição do estrogénio, sem ovulação anterior
  • Início:
    • Entre os 9 e 16 anos
    • Aproximadamente 1 ano após o pico de crescimento
  • Normalmente ocorre mais tarde do que outros sinais de puberdade.

Estadios de Desenvolvimento de Tanner

Os “estadios de Tanner” é uma escala que mede o desenvolvimento físico/sexual em crianças e adolescentes. Esta técnica de classificação envolve a avaliação da genitália nos homens, mama nas mulheres e pelos púbicos em ambos.

Tabela: Estadios de Tanner no sexo feminino
Tanner 1 Tanner 2 Tanner 3 Tanner 4 Tanner 5
Idade Pré-púbere 8–11,5 anos 11,5–13 anos 12-15 anos > 15 anos
Pelos púbicos Apenas penugem Pelos escassos ao longo dos lábios Pelos grossos e encaracolados cobrem a púbis. Pelo púbico adulto que não atinge a coxa Pelo púbico adulto que atinge à coxa
Mamas Elevação apenas da papila Os botões mamários são palpáveis (1º sinal de puberdade nas mulheres) e as aréolas aumentam. O tecido mamário cresce, sem contorno ou separação. As mamas aumentam e as aréolas formam uma elevação secundária na mama. Contornos mamários adultos. Apenas a papila está elevada.
Outras observações Adrenarca e crescimento ovárico Aumento do clitóris, pigmentação labial, crescimento do útero Pelos axilares, acne Menarca e desenvolvimento dos períodos menstruais Genitália adulta
Tabela: Estadios de Tanner no sexo masculino
Tanner 1 Tanner 2 Tanner 3 Tanner 4 Tanner 5
Idade Pré-púbere 8–11,5 anos 11,5–13 anos 12-15 anos > 15 anos
Pelos púbicos Apenas penugem Pelos escassos na base do pénis Pelos grossos e encaracolados aparecem sobre a púbis. Pelo púbico adulto, que não atinge a coxa Pelo púbico adulto, que atinge a coxa
Genitália
  • Testículos <2 cm
  • Sem crescimento do pénis
  • Testículos: 2,5–3,2 cm
  • Afinamento da pele escrotal e escroto mais rosado
  • Testículos: 3,3–4 cm
  • Aumento do comprimento do pénis
  • Testículos: 4,1–4,5 cm
  • Crescimento do pénis, escurecimento do escroto
  • Testículos > 4,5 cm
  • Tamanho genital adulto
Outras observações Adrenarca Diminuição da gordura corporal Ginecomastia, quebra da voz, aumento da massa muscular Pelos axilares, mudança de voz, acne Pelos faciais, aumento da massa muscular

Relevância Clínica

  • Anemia ferropénica: uma condição que afeta adolescentes do sexo feminino devido a hemorragia menstrual e ingestão insuficiente de ferro. Os homens são menos propensos a anemia porque a testosterona aumenta a eritropoiese.
  • Ginecomastia: aumento ou edema do tecido mamário em homens. A ginecomastia afeta aproximadamente 50% dos adolescentes com idade média de 13 anos. É causada pelo aumento da produção ou ação dos estrogénios, aumento da sensibilidade do tecido mamário aos estrogénios ou diminuição da produção, ou ação dos androgénios.
  • Acne vulgar: distúrbio da unidade pilossebácea devido à hiperqueratinização folicular, produção excessiva de sebo, colonização folicular por Cutibacterium acnes e inflamação. A sua gravidade está associada a altos níveis séricos de sulfato de dehidroepiandrosterona.
  • Hemorragia uterina disfuncional: hemorragia endometrial excessiva, prolongada e/ou irregular, frequentemente observada durante o 1º ano da menarca. Ocorre devido a ciclos anovulatórios como resultado do eixo hipotálamo-hipófise-ovário imaturo, que não produz gonadotrofinas (LH e FSH) em quantidades e proporções adequadas para induzir a ovulação.
  • Puberdade precoce: início da puberdade com o desenvolvimento das características sexuais externas antes dos 8 anos de idade. Pode dever-se à ativação precoce do eixo hipotálamo-hipófise-ovário, ou da secreção excessiva de esteróides sexuais dos ovários, ou quando obtidos de fontes exógenas.
  • Puberdade atrasada: a falta de aumento testicular no sexo masculino aos 14 anos de idade e a falta de desenvolvimento mamário no sexo feminino aos 13 anos. A etiologia da puberdade tardia varia e é geralmente classificada como central ou gonadal. Aproximadamente 2,5% das crianças saudáveis apresentam puberdade tardia.

Referências

  1. Herman-Giddens M., et al. (1997). Secondary sexual characteristics and menses in young girls seen in office practice: A study from the Pediatric Research in Office Settings Network. Pediatrics. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/9093289/
  2. Tanner, J.M., Davies, P.S. (1985). Clinical longitudinal standards for height and height velocity for North American children. The Journal of Pediatrics. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/3875704/
  3. Karpati, A.M., Rubin, C.H., Kieszak, S.M., Marcus, M., Troiano, R.P. (2002). Stature and pubertal stage assessment in American boys: The 1988-1994 Third National Health and Nutrition Examination Survey. The Journal of Adolescent Health. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/11869928/ 
  4. Cutler, G.B. Jr, Loriaux, D.L. (1980). Andrenarche and its relationship to the onset of puberty. Federation proceedings. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/6445284/

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details