Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Perturbação Psicótica Breve

A perturbação psicótica breve é definida pela presença de um ou mais sintomas psicóticos que duram mais de um dia e menos de um mês. A condição está frequentemente relacionada com eventos stressores desencadeantes, apresenta um início súbito e o doente regressa completamente ao seu nível de funcionamento após o episódio. O diagnóstico é clínico e o tratamento inclui esquemas curtos de antipsicóticos de segunda geração durante 1-3 meses em conjunto com psicoterapia de educação e suporte.

Última atualização: 3 May, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Definição e Epidemiologia

Definição

A perturbação psicótica breve é definida por sintomas psicóticos que duram pelo menos 1 dia, mas menos do que 1 mês. Após o episódio o doente regressa ao seu nível normal de funcionamento.

Epidemiologia

  • A perturbação psicótica breve é rara e tem uma baixa incidência em comparação com outras perturbações psicóticas.
  • Mais frequente no sexo feminino do que no sexo masculino
  • Mais frequente nos países em desenvolvimento
  • A idade média de início é de 30 e poucos anos.
  • A presença de uma perturbação da personalidade é um fator de risco para o desenvolvimento da perturbação psicótica breve.

Etiologia

Apesar da etiologia específica continuar desconhecida, o desenvolvimento da perturbação breve psicótica está associada a eventos marcantes/stressores:

  • Trauma
  • A morte de um ente querido
  • Imigração
  • Período pós-parto (nas 4 semanas que se seguem ao nascimento)

A perturbação psicótica breve sem eventos marcantes/ stressores pode ser explicada por fatores genéticos, neurológicos ou outros fatores ambientais.

Diagnóstico

Critérios de diagnóstico

Os critérios diagnósticos do DSM-5 para a perturbação psicótica breve incluem:

  • Presença de 1 ou mais sintomas psicóticos:
    • Alucinações
    • Delírios
    • Discurso desorganizado
    • Comportamento desorganizado
    • Catatonia
  • Duração: > 1 dia e < 1 mês
  • Eventual retorno completo a um nível de funcionamento pré-mórbido.

Exclusão de outras causas

Para a exclusão de outras causas de comportamento anormal, devem ser considerados os seguintes testes:

  • Avaliação laboratorial: Painel metabólico básico
  • Teste de gravidez para as mulheres
  • Exame toxicológico da urina para excluir psicose induzida por substâncias
  • TAC e RM do crânio

Tratamento

  • Considerar o internamento se o doente apresentar comportamentos suicidas, homicidas ou se estiver incapaz de cuidar de si próprio.
  • O apoio social e a estabilidade socioeconómica podem ajudar a decidir o local de tratamento.
  • Farmacoterapia:
    • Esquema curto de antipsicóticos de segunda geração
    • Manter o tratamento durante 1-3 meses após a resolução dos sintomas.
  • Psicoterapia: educação e tranquilidade para doentes, familiares e amigos

Diagnóstico Diferencial

  • Esquizofrenia: é uma doença mental crónica que se caracteriza por sintomas positivos (delírios, alucinações e fala/comportamento desorganizado) e sintomas negativos (aplanamento afetivo, avolia, anedonia, alogia e diminuição da capacidade de atenção). A esquizofrenia está associada a um declínio funcional que dura > 6 meses. A gravidade e a duração dos sintomas distinguem a esquizofrenia da perturbação psicótica breve.
  • Perturbação delirante: delírios singulares ou múltiplos, que ocorrem durante 1 mês ou mais, sem sintomas psicóticos adicionais ou alterações do comportamento e sem diminuição das capacidades funcionais. O doente mantém as suas falsas crenças, apesar dos inúmeros argumentos para os contrariar. Ao contrário da perturbação psicótica breve, a perturbação delirante não resulta em prejuízo funcional.

Referências

  1. Sadock, B. J., Sadock, V. A., & Ruiz, P. (2014). Kaplan and Sadock’s synopsis of psychiatry: Behavioral sciences/clinical psychiatry (11th ed.). Chapter 7, Schizophrenia spectrum and other psychotic disorders, pages 300-346. Philadelphia, PA: Lippincott Williams and Wilkins.
  2. Mojtabai, R. (2021). Brief psychotic disorder. UpToDate. Retrieved March 18, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/brief-psychotic-disorder
  3. Stephen A, Lui F. (2021). Brief Psychotic Disorder. StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK539912/
  4. Sharma, V., & Baczynski, C. (2020). Clarifying the onset of brief psychotic disorder at childbirth. Archives of women’s mental health, 23(2), 221. https://doi.org/10.1007/s00737-019-00965-5

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

🍪 Lecturio is using cookies to improve your user experience. By continuing use of our service you agree upon our Data Privacy Statement.

Details