Domina os Conceitos Médicos

Estuda para o curso e exames de Medicina com a Lecturio

Músculos da Face

Os músculos da face (também chamados músculos da mímica) controlam a expressão facial e são inervados pelo nervo facial. A sua maioria origina-se do crânio e fixa-se na pele em volta das aberturas faciais, servindo de método para agrupá-los ou classificá-los. Os músculos da mastigação também estão localizados na face, e são responsáveis pelos movimentos da articulação temporomandibular, permitindo a mastigação e os estadios iniciais da digestão.

Última atualização: 22 Feb, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Músculos do Crânio

Os músculos do crânio auxiliam nas ações de expressão facial. Estes músculos são inervados pelo nervo facial (nervo/par craniano (NC) VII).

Tabela: Músculos do crânio
Músculo Origem Inserção Inervação Função
Occipitofrontal Ventre frontal: galea aponeurótica (aponevrose epicraniana) Pele da sobrancelha Ramo temporal do nervo facial Elevação das sobrancelhas, e enruga a testa
Ventre occipital: linha nucal superior Aponevrose epicraniana Ventre occipital: nervo auricular posterior do nervo facial Mover o couro cabeludo posteriormente
Temporoparietal Aponevrose temporal, acima dos músculos auriculares Aponevrose epicraneana Ramo temporal do nervo facial Mover as orelhas superior e posteriormente
Occipitofrontal e temporoparietal

Vista lateral da face com os ventres do músculo occipitofrontal e do músculo temporoparietal

Imagem por BioDigital, editado por Lecturio

Músculos da Boca

Os músculos da boca auxiliam na expressão facial, mastigação e comunicação. Esses músculos são inervados pelo nervo facial (NC VII).

Orbicular da boca e bucinador

Tabela: Músculos da boca: orbicular da boca e bucinador
Músculo Origem Inserção Inervação Função
Orbicular da boca Superfície profunda da pele perioral, ângulo da boca (modiolus) Mucosa dos lábios Ramo bucal do nervo facial Encerrar a boca, franzir os lábios
Bucinador Processos alveolares da maxila e mandíbula (nos 1º-2º molares) Ângulo da boca, com fibras a intercruzar com o orbicular da boca Ramo bucal do nervo facial
  • Comprimir as bochechas para dentro contra os molares aquando da mastigação
  • Trabalha em conjunto com a língua para manter os alimentos entre as superfícies oclusivas dos dentes e fora do vestíbulo oral
  • Resistir à distensão ao soprar
Vista anterior das fibras do músculo orbicular da boca

Vista anterior das fibras do músculo orbicular da boca

Imagem por BioDigital, editado por Lecturio
Renderização 3d de uma vista lateral do bucinador e orbicularis oris

Vista lateral dos músculos bucinador e orbicular da boca

Imagem por BioDigital, editada por Lecturio

Grupo superior

Tabela: Músculos da boca: grupo superior
Músculo Origem Inserção Inervação Função
Risório Fáscia massetérica Pele do ângulo da boca Ramo bucal do nervo facial Deslocar o ângulo da boca lateralmente
Zigomático maior Superfície lateral da face anterior do osso zigomático Pele do ângulo da boca, cruzando algumas fibras com o elevador do ângulo/orbicular da boca Ramos zigomáticos e bucais do nervo facial
  • Elevação dos lados da boca para sorrir
  • Eleva o lado unilateral da boca para zombar
Zigomático menor Região anterior do arco zigomático Pele da parte lateral do lábio superior, e estende-se até o sulco nasolabial Ramo bucal do nervo facial
  • Elevação do lábio superior
  • Também pode everter o lábio superior
Elevador do lábio superior Margem infraorbitária da maxila Pele do lábio superior Ramo bucal do nervo facial
  • Retração do lábio superior
  • Também pode everter o lábio superior
Elevador do lábio superior e asa do nariz Processo frontal da maxila Pele da parte lateral da narina e pele do lábio superior Ramos zigomáticos do nervo facial
  • Dilatação da narina
  • Elevação da asa do nariz e do lábio superior
Elevador do ângulo da boca Fossa canina (fossa maxilar) na superfície anterior da maxila Pele do ângulo da boca Ramo bucal do nervo facial Elevação do ângulo da boca ao sorrir
Músculos da boca (grupo superior)

Visão oblíqua dos músculos da boca (grupo superior)

Imagem por BioDigital, editada por Lecturio

Grupo inferior

Tabela: Músculos da boca: grupo inferior
Músculo Origem Inserção Inervação Função
Depressor do ângulo da boca Linha oblíqua da base da mandíbula Pele do ângulo da boca Ramo mandibular marginal do nervo facial Depressão do ângulo da boca
Depressor do lábio inferior Linha oblíqua da base da mandíbula Pele do lábio inferior Retração (deprime) e eversão do lábio inferior (“beicinho”)
Mentoniano Fossa incisiva no processo alveolar da mandíbula Pele do queixo
  • Levantar o lábio inferior, e enrugar a pele do queixo
  • Elevação da base do lábio inferior e ajuda na protrusão e eversão do lábio inferior
Músculos da boca (grupo inferior)

Visão oblíqua dos músculos da boca (grupo inferior)

Imagem por BioDigital, editada por Lecturio

Músculos dos Olhos

Os músculos extraorbitários do olho auxiliam nas ações de piscar e na expressão facial. Estes músculos são inervados principalmente por ramos do nervo facial.

Tabela: Músculos dos olhos
Músculo Origem Inserção Inervação Função
Orbicular do olho Parte orbital:
  • Origem: parte nasal do osso frontal, processo frontal da maxila, ligamento palpebral medial
  • Inserção: à volta da órbita
Parte palpebral:
  • Origem: ligamento palpebral medial
  • Inserção: rafe palpebral lateral
Parte lacrimal:
  • Origem: superfície lateral e crista lacrimal (parte superior) do osso lacrimal
  • Inserção: tarso superior e inferior das pálpebras e ligamento palpebral lateral
Ramos temporais e zigomáticos do nervo facial
  • Orbital: fechar as pálpebras
  • Palpebral: fechar suavemente as pálpebras
  • Lacrimal: drenar as lágrimas
Depressor do supercílio Bordo orbitário medial Pele abaixo da sobrancelha e região intercantal Ramo temporal do nervo facial Depressão da sobrancelha
Corrugador do supercílio Parte medial do arco superciliar Pele no meio da sobrancelha (atravessa os músculos frontal e orbicular do olho) Ramo temporal do nervo facial Puxar a pele da sobrancelha para baixo e medialmente
Visão oblíqua do crânio mostrando os músculos extra-orbitais superomediais

Visão oblíqua do crânio, com os músculos extraorbitais superomediais

Imagem por BioDigital, editado por Lecturio
Vista anterior do crânio, mostrando a origem e inserção do músculo orbicularis oculi

Vista anterior do crânio, com a origem e inserção do músculo orbicular do olho

Imagem por BioDigital, editado por Lecturio

Músculos do Nariz

Os músculos do nariz auxiliam na respiração e na expressão facial. Estes músculos são inervados por ramos do nervo facial.

Tabela: Músculos do nariz
Músculo Origem Inserção Inervação Função
Nasal Porção transversa (compressor naris): maxila, lateral à fossa incisiva Aponevrose da ponte do nariz Ramo bucal do nervo facial Compressão da narina
Porção alar (dilatador naris): superfície externa da maxila, acima do dente incisivo lateral Pele da asa do nariz, superior ao pilar lateral da cartilagem alar maior Dilatação da narina
Prócero Linha média do osso nasal e cartilagem nasal lateral Pele da parte inferior da testa entre as sobrancelhas Puxar o bordo medial das sobrancelhas para baixo para produzir as rugas transversais sobre a ponte do nariz
Depressor do septo nasal Fossa incisiva da maxila Septo nasal e aspeto posterior da porção alar do músculo Deprimir o septo nasal e puxar as asas do nariz para baixo
Visão oblíqua do crânio mostrando os músculos faciais do nariz

Visão oblíqua do crânio com os músculos faciais do nariz

Imagem por BioDigital, editado por Lecturio

Músculos da Orelha

Os músculos da orelha são mais simples do que os outros grupos musculares da face. Estes músculos auxiliam nos movimentos da orelha e são inervados por fibras do nervo facial (NC VII).

Tabela: Músculos da orelha
Músculo Origem Inserção Inervação Função
Auricular anterior Bordo lateral da aponevrose epicraniana Projeção na região anterior da hélice Ramo temporal do nervo facial Puxar a orelha para cima e para frente
Auricular posterior Porção mastoideia do osso temporal Parte inferior da superfície craniana da concha Nervo auricular posterior do nervo facial Retração e elevação da orelha
Auricular superior Aponevrose epicraniana Superfície craniana da aurícula Puxar a orelha para cima
Vista lateral da cabeça, com os músculos faciais ao redor da orelha

Vista lateral da cabeça, com os músculos faciais junto da orelha:
Observe os músculos auriculares posterior, superior e anterior.

Imagem por BioDigital, editado por Lecturio

Músculos da Mastigação

Os músculos da mastigação auxiliam na ação da mastigação através do movimento da mandíbula. São inervados pelos ramos mandibulares (V3) do nervo trigémio (NC V).

Tabela: Músculos da mastigação
Músculo Origem Inserção Inervação Função
Temporal Fossa temporal Processo coronoide da mandíbula Ramos da divisão mandibular do nervo trigêmeo Elevação e retração da mandíbula
Masséter Arco zigomático Tuberosidade massetérica da mandíbula Elevação da mandíbula
Pterigoideu lateral Superfície infratemporal da asa maior do esfenóide e lâmina lateral do processo pterigóide Fossa pterigóide da mandíbula
  • Bilateral: protrusão da mandíbula
  • Unilateral: Desvio da mandíbula para o lado oposto
Pterigoideu medial Fossa pterigóide do osso esfenóide Tuberosidade pterigóide da mandíbula
  • Bilateral: Protrusão da mandíbula
  • Unilateral: desvio da mandíbula para o lado oposto
  • Elevação da mandíbula
Músculos da mastigação (1)

Vista lateral dos músculos pterigoideus lateral e medial

Imagem por Lecturio. Licença: CC BY-NC-SA 4.0

Relevância Clínica

  • Disfunção da articulação temporomandibular (ATM): síndrome de dor e disfunção da ATM e dos músculos da mastigação. A característica mais significativa deste distúrbio é a dor, seguida de movimento mandibular restrito e possivelmente ruídos de “estalidos” ou cliques da ATM. A etiologia é multifatorial, atribuída a fatores musculoesqueléticos, psicológicos e/ou neuromusculares. A sintomatologia pode ser crónica e de difícil tratamento. O tratamento inclui analgésicos, fisioterapia e terapia cognitivo-comportamental.
  • Trismo: amplitude limitada do movimento da mandíbula. O distúrbio pode ser causado por um espasmo dos músculos da mastigação ou por uma injeção de bloqueio do nervo alveolar inferior levando a hemorragia no músculo pterigoideu medial. O trismo pode afetar significativamente a qualidade de vida de um indivíduo, interferindo na alimentação, fala e manutenção da higiene oral adequada.Pode provocar uma aparência facial alterada. A condição pode ser angustiante e dolorosa, mas é temporária na maioria dos casos.
  • Miastenia gravis: distúrbio autoimune da junção neuromuscular caracterizado por vários graus de fraqueza muscular. A condição apresenta-se geralmente com fraqueza dos braços e pernas, mas indivíduos com miastenia gravis também apresentam ptose, resultante da fraqueza dos músculos perioculares. O tratamento envolve inibidores da acetilcolinesterase ou imunossupressores e timectomia.
  • Cosméticos: os músculos da face são alvos comuns de injeção de toxina botulínica, com o intuito de paralisar temporariamente os músculos visados. O relaxamento dos músculos leva a menos rugas e a um rosto com aparência mais jovem. Os músculos alvo mais comuns para injeção de toxina botulínica incluem o frontal, prócero e corrugador do supercílio.

Referências

  1. Park, J.K., Vernick, D.M. (2020). Vestibular schwannoma (acoustic neuroma). UpToDate. Retrieved May 23, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/vestibular-schwannoma-acoustic-neuroma?search=acoustic%20neuroma
  2. Martin, K.A. (n.d.). Patient education: vestibular schwannoma (acoustic neuroma). UpToDate. Retrieved May 23, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/vestibular-schwannoma-acoustic-neuroma-the-basics?search=acoustic%20neuroma
  3. Kutz, J.W. (2020). Acoustic neuroma: Practice essentials, history of the procedure, epidemiology. Medscape. Retrieved May 23, 2021, from https://emedicine.medscape.com/article/882876-overview
  4. Albrecht, M.A., and Levin, M.J. (2021). Epidemiology, clinical manifestations, and diagnosis of herpes zoster. UpToDate. Retrieved April 18, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/epidemiology-clinical-manifestations-and-diagnosis-of-herpes-zoster
  5. Albrecht, M.A. (2020). Diagnosis of varicella zoster virus infection. UpToDate. Retrieved April 18, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/diagnosis-of-varicella-zoster-virus-infection
  6. Albrecht, M.A. (2020). Treatment of herpes zoster in the immunocompetent host. UpToDate. Retrieved April 18, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/treatment-of-herpes-zoster-in-the-immunocompetent-host

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

🍪 Lecturio is using cookies to improve your user experience. By continuing use of our service you agree upon our Data Privacy Statement.

Details