Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Lesões Cutâneas Primárias

A identificação e classificação das lesões cutâneas num paciente são etapas importantes no diagnóstico de qualquer doença cutânea. As lesões primárias representam a apresentação inicial do processo de doença. As lesões secundárias desenvolvem-se a partir de lesões primárias inflamadas ou manipuladas e/ou pela progressão da doença. Juntamente com a história, é necessário fazer um exame abrangente da pele, dos anexos e das membranas mucosas para diferenciar as doenças. As principais características observadas durante o exame objetivo incluem o tipo, a morfologia, o tamanho, a cor, a forma, o arranjo e a distribuição das lesões apresentadas. Às vezes, podem ser necessários procedimentos diagnósticos.

Última atualização: 14 Jun, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Mácula

  • Uma lesão cutânea plana e não palpável que mede ≤ 1 cm
  • A cor difere da da pele em redor (hipopigmentada/hiperpigmentada ou eritematosa)
  • Não é elevada nem deprimida em comparação com a superfície da pele
  • Exemplos:
    • Sardas
    • Sinais
    • Máculas café com leite
    • Máculas na rubéola
    • Máculas no sarampo
Máculas café com leite hiperpigmentadas

Máculas café com leite hiperpigmentadas num paciente com neurofibromatose tipo 1

Imagem: “Breast cancer associated with neurofibromatosis type 1: A case series and review of the literature” por Khalil J, Afif M, Elkacemi H, Benoulaid M, Kebdani T, Benjaafar N. License: CC BY 4.0

Mancha

  • Uma lesão cutânea plana que mede > 1 cm
  • A cor difere da cor da pele em redor
  • Não palpável e maior que uma mácula
  • Os exemplos incluem vitiligo e melasma.

Pápula

  • Uma lesão cutânea elevada e palpável que mede ≤ 1 cm
  • A cor pode indicar o diagnóstico:
    • Pápulas castanhas ou pretas costumam ser lesões melanocíticas.
    • Pápulas vermelhas geralmente são lesões vasculares.
  • Exemplos:
    • Nevi
    • Verrugas
    • Líquen plano
    • Picadas de inseto
    • Queratose seborreica
    • Molusco contagioso
    • Angiomas
    • Cancro da pele

Placa

  • Lesão cutânea elevada que mede > 1 cm de diâmetro
  • Geralmente há uma alteração superficial palpável à medida que a lesão surge a partir da epiderme
  • Pode ter uma aparência achatada ou arredondada.
  • Exemplos:
    • Psoríase
    • Granuloma anular
    • Dermatite seborreica
    • Eczema
Psoríase em placas grave

Psoríase em placas grave

Imagem: “Psoriasis manum” por George Henry Fox. Licença: Domínio Público

Nódulo

  • Uma lesão grande e firme, elevada acima da superfície da pele circundante e que mede 1–5 cm
  • Geralmente estende-se até à derme e ao tecido subcutâneo
  • A superfície pode ser lisa, queratótica, ulcerada ou fungosa.
  • Exemplos:
    • Neurofibromas
    • Quistos
    • Lipomas
Neurofibromas

Neurofibromas

Imagem: “Breast cancer associated with neurofibromatosis type 1: A case series and review of the literature” por Khalil J, Afif M, Elkacemi H, Benoulaid M, Kebdani T, Benjaafar N. License: CC BY 4.0, cropped by Lecturio.

Vesícula

  • Uma bolha pequena, com líquido (coleção de líquido na pele) que mede ≤ 1 cm de diâmetro
  • Elevada acima do plano da pele circundante
  • O líquido é visível porque as lesões são translúcidas.
  • Observado em:
    • Varicela
    • Herpes zoster
    • Impetigo
    • Dermatite herpetiforme
Vesículas do vírus herpes simplex

Vesículas causadas pelo vírus herpes simplex

Imagem: “Transplant biology at a crossroads” por Sedwick C. License: CC BY 4.0, cropped by Lecturio.

Flictena

  • Uma bolha grande e transparente, com líquido, que mede > 1 cm de diâmetro
  • Pode ser causada por:
    • Queimaduras
    • Mordidas
    • Dermatite de contato irritante/alérgica
    • Reações a fármacos
  • As doenças bolhosas autoimunes clássicas incluem o pênfigo vulgar e o penfigoide bolhoso.
Achados no penfigoide bolhoso

Achados cutâneos no penfigoide bolhoso:
Várias vesículas e bolhas grandes e tensas na virilha, numa pele normal a levemente eritematosa

Imagem: “Localized flexural bullous pemphigoid” por Mehta V., Balachandran C. License: CC BY 2.0

Urticária

  • Lesões nitidamente demarcadas e elevadas com bordos irregulares:
    • Geralmente eritematosa e pode ter palidez central
    • Formadas devido ao extravasamento repentino de fluido para a derme
  • As pápulas são pruriginosas e desaparecem SEMPRE em 24 horas.
  • Pode ser causada por:
    • Hipersensibilidade a medicamentos
    • Picadas ou mordidas de insetos
    • Doenças autoimunes
  • Estímulos físicos (por exemplo, temperatura, pressão, luz solar)
Urticária

Urticária

Imagem: “Urticarial Vasculitis in a Teenage Girl” por McGuffin A, Vaughan A, Wolford J. License: CC BY 3.0

Pústula

  • Uma vesícula cheia de pus
  • Forma-se devido à coleção de um exsudado inflamatório rico em leucócitos
  • Pode conter bactérias ou pode ser estéril
  • As pústulas são comuns em:
    • Foliculite
    • Psoríase pustulosa
    • Escabiose
    • Acne
Exemplo de foliculite

Foliculite bacteriana na parte inferior da perna que se apresenta como pústulas foliculares

Imagem: “Folliculitis on lower leg” por Da pacem Domine. Licença: Domínio Público

Telangiectasia

  • Também conhecido como “aranhas vasculares
  • Aparecem como linhas finas e vermelhas brilhantes ou num padrão semelhante a uma rede
  • Representam uma dilatação dos capilares, que branqueiam sob pressão
  • Não elevadas e frequentemente encontradas no rosto, no tronco e em redor do leito ungueal
  • As telangiectasias ocorrem em:
    • Síndrome de CREST (calcinose, fenómeno de Raynaud, dismotilidade esofágica, esclerodactilia e telangiectasia)
    • Dermatomiosite
    • Esclerose sistémica
    • Ataxia telangiectasia
    • Cancro da pele
Telangiectasias no nariz

Telangiectasias nasais:
a: Telangiectasias (setas)
b: Após o tratamento com cautério

Imagem: “Management of Facial Telangiectasias with Hand Cautery” por E Liapakis I, Englander M, Sinani R, I Paschalis E. License: CC BY 3.0

Petéquias

  • Focos de hemorragia pontilhados (vistos como pequenas manchas vermelhas, roxas ou castanhas) que medem < 3 mm
  • As petéquias são vistas como apresentação de:
    • Trombocitopenia
    • Disfunção plaquetária
    • Vasculite
    • Infeções (por exemplo, meningococcemia, febre maculosa das Montanhas Rochosas)
Petéquias em torno do local de punção venosa

Petéquias em torno do local de punção venosa

Imagem de Jeremy Greer, MD (Lecturio).

Púrpura

  • Extravasamento de eritrócitos dos vasos cutâneos na pele e nas membranas mucosas:
    • Geralmente palpável e não branqueável com a diascopia
    • Normalmente de cor vermelha, roxa ou até mesmo azul
  • A púrpura é observada na vasculite leucocitoclástica (por exemplo, púrpura de Henoch-Schöenlein e poliarterite nodosa).
  • Uma grande área purpúrica pode ser chamada equimose.
Petéquias ou púrpura no membro inferior

Petéquias/púrpura no membro inferior na púrpura de Henoch-Schöenlein

Imagem: “Henoch-Schönlein purpura in an older man presenting as rectal bleeding and IgA mesangioproliferative glomerulonephritis: A case report” por Cheungpasitporn W, Jirajariyavej T, Howarth CB, Rosen RM. Licença: CC BY 2.0

Abordagem para Diagnosticar Doenças de Pele

História clínica completa

  • Doenças subjacentes (por exemplo, doenças autoimunes, diabetes)
  • Sintomas acompanhantes (por exemplo, ardor, prurido)
  • Fármacos
  • Alergias
  • Evolução e duração das lesões cutâneas e fatores agravantes e de alívio
  • História social, sexual e de viagens

Exame físico

Deve fazer-se exame físico geral, bem como um exame dermatológico focado:

  • Pele e anexos, bem como membranas mucosas
  • Realizado a olho nu e usando um dermatoscópio

Características da pele e doenças da pele frequentemente associadas e/ou lesões a serem consideradas:

  • Textura:
    • Elevada: pápula, placa, nódulo, quisto, urticária
    • Deprimida: úlcera, atrofia
    • Plana: mácula, mancha
    • Com fluído: vesícula, flictena, furúnculo, pústula e abcesso
  • Morfologia:
    • Em forma de cúpula: hemangioma
    • Superfície plana: verruga plana
    • Umbilicado: molusco contagioso
    • Acuminado: condylomata acuminata
    • Verrucoso: verruca vulgaris
    • Pedunculado: acrocórdon (fibromas moles)
  • Diâmetro: varia dependendo da doença
  • Composição: estruturas preenchidas com fluido, com pus, com sangue ou sólidas
  • Bordos: regulares ou irregulares, planos ou elevados
  • Cor: hipopigmentada, hiperpigmentada ou eritematosa
  • Arranjo: agrupadas (herpetiforme)/dispersas
  • Configuração:
    • Anular: tinea corporis, granuloma annulare
    • Redonda/discoide/numular: eczema, lúpus discoide
    • Policíclico: urticária
    • Arqueada: urticária
    • Linear: escabiose, líquen nitidus
    • Reticular: livedo reticularis
    • Serpiginoso: larva migrans cutânea
    • Lesões alvos: eritema multiforme
    • Em espiral: incontinentia pigmenti
Lesões cutâneas primárias

Diferentes lesões cutâneas primárias:
Uma mácula é uma lesão cutânea plana ≤ 1 cm não palpável.
Uma pápula é uma lesão cutânea elevada ≤ 1 cm palpável.
Um nódulo é uma lesão grande e elevada, de 1 a 5 cm, que geralmente se estende para a derme e tecido subcutâneo.
Uma placa é uma lesão cutânea elevada > de 1 cm com alteração superficial palpável à medida que surge na epiderme.
Uma vesícula é uma pequena bolha ≤ 1 cm contendo líquido, enquanto uma flictena é uma bolha grande > 1 cm transparente contendo líquido.

Imagem de Lecturio.

Procedimentos de diagnóstico

  • Biópsia de pele (lesão excisada, saucerizada ou obtida por biópsia por punção)
  • Preparação de KOH:
    • Lesão raspada e colocada numa lâmina de microscópio de vidro, onde é tratada com 1 ou 2 gotas de KOH 10%–20%
    • Se houver suspeita de infeção fúngica
  • Esfregaço de Tzanck: técnica citológica quando se observam doenças vesiculares (infeções por herpes simplex ou varicela zoster)
  • Diascopia: para determinar se uma lesão branqueia sob pressão, diferenciando uma lesão hemorrágica (não branqueável) de uma lesão cheia de líquido
  • Luz da Wood:
    • Utiliza luz UV 360 nm para avaliar lesões
    • Doenças: eritrasma (cor rosa coral), infeções de feridas por Pseudomonas (azul), vitiligo (branco)
  • Testes cutâneos: colocam-se alergénios nas costas do paciente sob pensos oclusivos e verifica-se a presença de reações de hipersensibilidade após 48 horas.

Referências

  1. Yancey, K.B., Lawley, T.J. (2018). Approach to the patient with a skin disorder. In Jameson, J., et al. (Eds.). Harrison’s Principles of Internal Medicine, 20e. McGraw-Hill.

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details