Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Epididimite e Orquite

Epididimite e orquite são caracterizadas por uma inflamação aguda do epidídimo e do testículo, respetivamente, devido a infeções virais ou bacterianas. Os pacientes geralmente apresentam dor testicular que piora gradualmente e inchaço escrotal, juntamente com sintomas sistémicos, como febre, dependendo da gravidade. Pacientes com doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) concomitantes podem apresentar sintomas do trato urinário inferior. O diagnóstico é baseado em achados clínicos e urinálise com cultura. A ecografia escrotal pode mostrar um aumento do fluxo sanguíneo para o epidídimo ou testículo afetados. O tratamento é feito com antibióticos de cobertura empírica gram-negativa e terapia dirigida por cultura. Os cuidados de suporte incluem suporte escrotal e anti-inflamatórios não esteroides.

Última atualização: Jun 24, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Descrição Geral

Definições

  • Epididimite: inflamação aguda do epidídimo devido a infeções virais ou bacterianas
  • Orquite: inflamação aguda do testículo, devido a infeções virais ou bacterianas
  • Espectro da doença: A epididimite geralmente pode progredir para epididimite-orquite se não for tratada.

Epidemiologia e etiologia

Epididimite e orquite são as causas mais comuns de dor escrotal em adultos (> 600.000 casos por ano nos Estados Unidos).

Causas:

  • Epididimite aguda (muitas vezes relacionada com causas infecciosas):
    • < 35 anos: Chlamydia trachomatis (C. trachomatis), Neisseria gonorrhea (N. gonorrhea)
    • > 35 anos: Escherichia coli (E. coli) e Pseudomonas relacionadas com uma infeção do trato urinário (ITU) ou prostatite
  • Epididimite crónica (origem não infeciosa ou infeciosa crónica):
    • História de trauma geniturinário
    • Duração dos sintomas superior a 3 meses
    • Vasculite autoimune por imunoglobulina A (IgA)
  • Amiodarona:
    • Secundária a altas concentrações de fármaco na cabeça do epidídimo
    • Ocorre em cerca de 3%–11% dos pacientes
  • Raramente, a orquite isolada ocorre secundária à parotidite ou outros vírus (em indivíduos não imunes).

Apresentação clínica

  • Dor testicular de início gradual, edema e sensibilidade
  • Febre
  • Vermelhidão e calor no escroto
  • Sintomas do trato urinário inferior:
    • Disúria
    • Hematúria
    • Aumento da frequência urinária
    • Urgência urinária
Massa indolor no escroto

Epidídimo-orquite: apresenta-se com o testículo direito inchado e sensível, que parece maior em comparação com o testículo esquerdo normal

Imagem: “Massa indolor” pela Divisão de Cirurgia Pediátrica, Oita Prefectural Hospital, 476 Bunyou Oita, Japão. Licença: CC BY 2.0

Vídeos recomendados

Diagnóstico e Tratamento

Achados clínicos

  • Sinal de Prehn positivo: diminuição da dor com a elevação do testículo
  • Urinálise/cultura: geralmente com piúria e/ou bacteriúria
  • Rastreio de doenças sexualmente transmissíveis (DST):
    • Teste de amplificação de ácidos nucleicos na urina (NAAT, pela sigla em inglês) para N. gonorrhoeae e C. trachomatis
    • Considerar tratar o parceiro, quando aplicável

Ecografia com Doppler colorido escrotal

  • Aumento do fluxo sanguíneo e inflamação do epidídimo ou testículo
  • Ajuda a distinguir de torção testicular com diminuição do fluxo sanguíneo testicular
Ultrassonografia doppler escrotal

Ecografia testicular que representa o epidídimo inflamado (B) com aumento do fluxo sanguíneo (A) (fluxo sanguíneo normal para o testículo)

Imagem: “Ultrasom escrotal direito com Doppler colorido” pela University of Pittsburgh, Graduate School of Medicine, 401 Scaife Hall, 3550 Terrace Street, Pittsburgh, PA 15261, EUA. Licença: CC BY 3.0

Tratamento

  • Suporte escrotal e anti-inflamatórios não esteroides
  • Para pacientes com menos de 35 anos, considerar a cobertura de DST:
    • Regime: ceftriaxona + doxiciclina/azitromicina
    • Fluoroquinolonas não são uma opção se houver suspeita de gonorreia, devido à resistência
  • Para pacientes com mais de 35 anos, considerar a cobertura para uropatogénios:
    • Levofloxacina
    • Trimetoprim/sulfametoxazol se não tolerar fluoroquinolonas

Diagnóstico Diferencial

  • Infeção do trato urinário (ITU): infeção bacteriana muito comum do sistema geniturinário inferior, que é efetivamente tratada com antibióticos. O paciente apresenta disúria, hematúria, sensibilidade suprapúbica ou, às vezes, dor no flanco. O diagnóstico é clínico com urinálise e cultura de urina.
  • Torção testicular: dor testicular grave de início agudo num adolescente, geralmente sem um evento desencadeante, é altamente suspeita de torção. Achados clínicos adicionais incluem um testículo duro, escroto inchado e reflexo cremastérico negativo. A ecografia de Doppler (não mostra fluxo sanguíneo para o testículo afetado) não deve atrasar o tratamento definitivo, que é a exploração cirúrgica aguda e a orquidopexia.
  • Prostatite: infeção bacteriana da próstata levando a sintomas do trato urinário inferior. Os pacientes geralmente apresentam disúria, dor pélvica, aumento da frequência urinária, urgência, micção irritativa e febre. O diagnóstico é clínico com um exame de urina, cultura e, se necessário, ecografia transrretal. O tratamento consiste em antibióticos de cobertura gram-negativa de longo prazo.

Referências

  1. Eyre, R.C. (2021). Acute scrotal pain in adults. UpToDate. Retrieved January 27, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/acute-scrotal-pain-in-adults
  2. Eyre, R.C. (2020). Nonacute scrotal conditions in adults. UpToDate. Retrieved January 27, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/nonacute-scrotal-conditions-in-adults

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details