Domina os Conceitos Médicos

Estuda para o curso e exames de Medicina com a Lecturio

Doença Trofoblástica Gestacional

As doenças trofoblásticas gestacionais são um espectro de doenças placentárias resultantes de um crescimento trofoblástico anormal. Estas doenças variam desde gestações molares benignas (molas completas e parciais) a condições neoplásicas, como molas invasivas e coriocarcinoma. O diagnóstico é confirmado pela elevação dos níveis séricos de gonadotrofina coriónica humana (hCG, pela sigla em inglês) e achados ecográficos, dependentes da doença. O tratamento é feito principalmente por dilatação e curetagem e/ou metotrexato.

Última atualização: 17 Apr, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Descrição Geral

Epidemiologia

  • Ocorre em cerca de 1 gravidez em cada 1.200 gestações nos Estados Unidos, com mola hidatiforme, o que representa 80% dos casos. A incidência é maior no Sudeste Asiático e Japão
  • Fatores de risco:
    • História de doença trofoblástica gestacional (GTD, pela sigla em inglês)
    • História de aborto espontâneo prévio e/ou infertilidade
    • Défice de proteínas, ácido fólico e caroteno

Classificação

  • Molas hidatiformes: consideradas pré-malignas devido ao seu potencial de malignidade
    • Mola completa
    • Mola parcial
  • Molas invasoras
  • Coriocarcinoma: incidência nos EUA de 1/40.000

Mola Hidatiforme

As molas hidatiformes são caracterizadas por edema quístico das vilosidades coriónicas e proliferação do epitélio coriónico. Existem 2 tipos: mola completa e mola parcial.

Mola completa Mola parcial
Cariótipo 46,XX ou 46,XY Triploide (69,XXX, 69,XXY ou 69,XYY)
Formado a partir de Óvulo enucleado e um único espermatozoide 2 espermatozoides e 1 óvulo
Partes fetais Ausentes Presentes
Níveis de gonadotrofina coriónica humana (HCG, pela sigla em inglês) ↑↑↑
Achados da ecografia
  • Útero em favo de mel
  • “Cachos de uvas”
  • Útero “Tempestade de Neve” – Snowstorm
Revela partes fetais
Risco de malignidade Maior risco de coriocarcinoma Rara

Apresentação clínica

  • Hemorragia vaginal
  • Aumento uterino (mais do que o esperado para determinada idade gestacional)
  • Pressão ou dor pélvica
  • Pode estar associado a
    • Pré-eclâmpsia precoce (antes de 20 semanas)
    • Quistos teca-luteínicos
    • Hiperemese gravídica
    • Hipertiroidismo

Diagnóstico

  • Níveis de HCG: ↑ beta-hCG sérico
  • Ecografia:
    • Revela uma distribuição irregular de áreas hipoecoicas (quísticas) e hiperecoicas (sólidas) dentro do útero
    • Caracteristicamente referido como um padrãotempestade de neve”
Transvaginal ultrasonography showing a molar pregnancy

Ecografia transvaginal de uma mola hidatiforme: observa-se um padrão “tempestade de neve” característico na imagem de ecografia.

Imagem: “Transvaginal ultrasonography showing a molar pregnancy” por Mikael Häggström. Licença: CC0

Tratamento

  • Dilatação e curetagem com metotrexato
  • Os níveis de HCG são monitorizados (é expectável descida de níveis após o tratamento)
  • Histerectomia (última linha)
Blasenmole tc axial

Hidático em imagem axial de tomografia computadorizada (TC)

Imagem : “Blasenmole Computertomographie axial” por Hellerhoff. Licença: CC BY-SA 3.0

Vídeos recomendados

Coriocarcinoma

O coriocarcinoma é uma neoplasia maligna de células trofoblásticas altamente agressiva, que pode se desenvolver durante ou após a gravidez, na mãe ou no bebé.

Etiologia

Pode ser precedido por:

  • Mola hidatiforme (50%)
  • Aborto de uma gravidez ectópica (20%)
  • Gravidez de termo normal (30%)

Apresentação clínica

  • Hemorragia uterina anormal ou amenorreia
  • Se a disseminação hematogénica para os pulmões: dispneia e/ou hemoptises

Diagnóstico

  • Níveis de HCG: ↑ beta-hCG sérico
  • Ecografia pélvica: hipervascularização
  • Radiografia de tórax: metástases pulmonares em forma de “bola de canhão”

Tratamento

  • Depende do estadio e classificação do risco
  • Baixo risco: monoterapia com metotrexato ou combinação com actinomicina D
  • Alto risco: esquema com múltiplos fármacos
    • Etoposido
    • Metotrexato (MTX)
    • Actinomicina D
    • Cálcio leucovorina
    • Ciclofosfamida
    • Vincristina
Interface entre coriocarcinoma com necrose central e placenta normal

Coriocarcinoma com necrose central

Imagem : “Interface between choriocarcinoma with central necrosis and normal placenta” por Department of Obstetrics and Gynecology, St. Louis University, Missouri, USA. Licença: CC BY 2.0

Relevância Clínica

Gravidez ectópica: refere-se à implantação do blastocisto fora da cavidade uterina. O local mais comum é a trompa de Falópio. As mulheres afetadas apresentam-se com dor abdominal aguda. O diagnóstico é por ecografia e análises laboratoriais, que confirmam a gravidez com implantação fora do útero.

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

🍪 Lecturio is using cookies to improve your user experience. By continuing use of our service you agree upon our Data Privacy Statement.

Details