Condiloma Acuminado (Verrugas Genitais)

Os condilomas acuminados são uma manifestação clínica da infeção genital pelo HPV. Estes são descritos como lesões elevadas, peroladas, cor da pele, papulares e em couve-flor, observados na região anogenital e que podem causar prurido, dor ou hemorragia. O contacto sexual é uma via comum de disseminação do HPV. Embora exista em todas as populações e idades, o condiloma acuminado é mais frequentemente observado na adolescência. Os tipos 6 e 11 de HPV são responsáveis por 90% das verrugas e são considerados de baixo risco para malignidade; no entanto, devem ser tidos em conta outros tipos de HPV. As lesões raramente resolvem espontaneamente; mas, podem ser removidas através de crioterapia ou agentes antimitóticos tópicos. Embora atualmente não haja tratamento para a infeção pelo HPV, esta pode ser prevenida através da vacinação.

Última atualização: Apr 26, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Descrição Geral

Epidemiologia

  • HPV:
    • Infeção sexualmente transmissível (IST) mais comum no mundo
    • Afeta 75% dos adultos sexualmente ativos nos Estados Unidos em algum momento da vida
    • Prevalência: 10%–20% nos Estados Unidos
  • Condiloma acuminado (CA):
    • Incidência: 200 em 100.000 indivíduos nos Estados Unidos
    • Prevalência: 1% nos Estados Unidos
    • 80% dos doentes infetados têm entre 17 e 33 anos.
    • Pico de idade à apresentação: 22-24 anos

Etiologia

Os condilomas acuminados são lesões específicas criadas por HPV.

  • HPV:
    • 100 estirpes descritas, 40 causam lesões anogenitais
    • Os tipos 6 e 11 causam aproximadamente 90% dos casos.
    • 90% dos doentes apresentam sintomas clínicos.
  • Transmissão:
    • ⅔ dos doentes que têm relações sexuais com alguém com um CA, desenvolvem CA.
    • Pele a pele (uma DST)
    • Autoinoculação
  • Fatores de risco para o desenvolvimento de verrugas:
    • Imunossupressão:
      • Diabetes
      • VIH
      • Terapêutica imunossupressora
    • Vários parceiros
    • História prévia de DST (especialmente clamídia e gonorreia)
    • Coitarca precoce
    • O tabagismo aumenta o risco de transformação maligna.

Fisiopatologia

Da infeção até à resolução:

  • O HPV entra através de ruturas no epitélio.
  • O HPV infeta os núcleos de células epiteliais escamosas diferenciadas.
  • Fase latente longa (1 mês a 2 anos)
  • As células basais replicam-se e ascendem à superfície epidérmica (3-4 meses para formar verrugas).
  • As células da pele desprendem-se, e as partículas víricas tornam-se transmissíveis.
  • Indivíduos saudáveis podem excretar a infeção ao longo de meses a anos.

Histopatologia

  • Proliferação em todas as camadas epiteliais:
    • Hiperqueratose
    • Acantose
    • Paraqueratose
  • Vacuolização citoplasmática perinuclear e aumento do núcleo

Apresentação Clínica e Diagnóstico

Manifestações clínicas

Os doentes são geralmente assintomáticos, apresentando apenas o aparecimento de lesões. O diagnóstico de HPV pode ser a causa de sofrimento psicossocial importante, dado o estigma associado.

  • Características da lesão:
    • Exofítica (semelhante a uma couve-flor)
    • Séssil: preso por um pedúnculo curto e largo (caule)
    • Cor da pele ou mais escura
    • < 5 mm; pode parecer maior quando agrupada
    • Frequentemente assintomáticas
    • Se sintomática:
      • Prurido
      • Desconforto
      • Raramente causam hemorragia
  • Localização:
    • Mulheres:
      • Lábios maiores
      • Vagina
      • Colo do útero
      • Ânus
    • Homens:
      • Glande do pénis
      • Escroto
      • Uretra
      • Ânus

Diagnóstico

  • Diagnóstico clínico:
    • Aparência característica
    • Pertence a uma população de doentes suscetíveis
  • A biópsia é realizada:
    • Para confirmar a etiologia
    • Se houver suspeita de displasia
  • Lesões na região inguinal: Painel para descartar outras DSTs associadas
Verrugas genitais aumentadas na região anal

Múltiplas verrugas aumentadas na região anal de um doente

Imagem: “4151” pelo Dr. Wiesner. Licença: Public Domain

Tratamento e Complicações

Tratamento

A resolução espontânea e completa pode demorar até 24 meses.

  • Remoção:
    • Excisão cirúrgica
    • Crioterapia (nitrogénio líquido) → utilizada nas doentes grávidas
    • Eletrocauterização
  • Agentes tópicos (antimitóticos):
    • Podofilotoxina (derivado da podofilina) → evitar durante a gravidez
    • Imiquimod
  • Vacinação (Gardasil):
    • Medida preventiva
    • Cobertura para os tipos de HPV 6 e 11
    • Recomendada em crianças (independentemente do sexo) de 9 a 12 anos, com 2ª dose após 6 meses

Complicações

  • Depois do tratamento:
    • Hipopigmentação ou cicatrizes
    • Recorrência
  • Impacto psicossocial
  • A co-infeção com tipos de HPV de alto risco pode resultar no desenvolvimento de carcinoma.

Diagnóstico Diferencial

  • Condiloma lata (CL): segundo estadio da sífilis (IST causada por Treponema pallidum ): O condiloma lata apresenta lesões verrucosas semelhantes às do HPV. Estas lesões estão confinadas a áreas com maior humidade e geralmente são de coloração cinza-esbranquiçada. O doente pode ter uma história de “cancro” (úlcera genital). A avaliação deve incluir um painel para DSTs.
  • Queratose seborreica (SK, pela sigla em inglês): a neoplasia cutânea epitelial benigna mais comum, que consiste em queratinócitos imaturos: a queratose seborreica apresenta-se como uma lesão cutânea exofítica, bem demarcada, que pode ser bronzeada ou preta e tem uma aparência em “algo que foi colocado ali”, semelhante às verrugas genitais causadas pelo HPV. Esta patologia está geralmente presente nos membros ou no rosto. O tratamento é semelhante à crioterapia.
  • Molusco contagioso: apresenta-se com lesões papulares agrupadas, cor da pele, em forma de cúpula com uma umbilicação central: Geralmente observadas em crianças. O tratamento é de suporte; pode ser considerada a crioterapia em termos cosméticos.

Referências

  1. Rosen T. Condylomata acuminata (anogenital warts) in adults: epidemiology, pathogenesis, clinical features, and diagnosis. UpToDate. Retrieved March 3, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/condylomata-acuminata-anogenital-warts-in-adults-epidemiology-pathogenesis-clinical-features-and-diagnosis
  2. Kaderli R, Schnüriger B, Brügger LE. (2014). The impact of smoking on HPV infection and the development of anogenital warts. Int J Colorectal Dis 29(8), 899–908. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/24935346/ 
  3. Fleischer AB Jr, Parrish CA, Glenn R, Feldman SR. (2001). Condylomata acuminata (genital warts): patient demographics and treating physicians. Sex Transm Dis 28(11), 643–647. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/11677386/ 
  4. Park IU, Introcaso C, Dunne EF. (2015). Human papillomavirus and genital warts: a review of the evidence for the 2015 Centers for Disease Control and Prevention Sexually Transmitted Diseases Treatment Guidelines. Clin Infect Dis 61(8), 849–855. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26602622/
  5. Varma S, Lathrop E, Haddad LB. (2013). Pediatric condyloma acuminata. J Pediatr Adolesc Gynecol. 26(6), e121–122. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/24001431/ 
  6. Maw R, HPV Special Interest Group of BASHH. (2006). Anogenital warts. Sex Transm Infect. 82(4), iv40–41. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17151053/ 

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details