Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Suicídio

O suicídio é uma das principais causas de morte no mundo. Doentes com condições médicas crónicas ou distúrbios psiquiátricos apresentam risco aumentado de ideação, tentativa e/ou ato suicida. A avaliação do risco de suicídio pelo doente é muito importante, pois pode ajudar a prevenir uma tentativa de suicídio grave, que pode resultar em morte. O tratamento de um doente suicida inclui medicação, psicoterapia e hospitalização para garantir a segurança do doente.

Última atualização: 24 Jun, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Epidemiologia

Dados gerais

Nos Estados Unidos:

  • 4ª causa de morte em 2011
  • 33% de aumento de suicídio entre 1999-2019
  • 1 pessoa morre por suicídio a cada 11 minutos
  • Mais de 47.000 pessoas morrem por suicídio anualmente
  • As mulheres tentam suicídio 3 a 4 vezes mais frequentemente do que os homens.
  • Os homens são 3 a 4 vezes mais propensos a cometer suicídio.

Fatores de risco

  • Tentativa anterior (fator de risco mais alto)
  • Acesso a arma de fogo
  • Homens > 65 anos
  • História familiar positiva
  • Grupos étnicos:
    • População indígena americana / nativa do Alasca
    • Brancos não hispânicos
  • Grupos especiais:
    • Pessoal militar
    • Doentes que vivem em áreas rurais
    • Profissionais de saúde
    • Socorristas
    • Trabalhadores de indústria mineira/construção
    • Jovens lésbicas, gays ou bissexuais
  • Fatores de risco modificáveis:
    • Doença mental (melhor prognóstico após o início do tratamento)
    • Doença médica crónica
    • Perturbação de uso de substâncias
    • Fatores de stress da vida (por exemplo, desemprego, stressores financeiros,sem abrigo, divórcio)

Fatores de proteção

  • Capacidades reflexivas e de pensamento profundo
  • Participação em programas de ajuda com doença mental e perturbação de abuso de substâncias
  • Acesso a ajuda psiquiátrica
  • Apoio de amigos e familiares
  • Gravidez
  • Programas culturais desencorajando o suicídio
  • Crenças religiosas (fé em Deus e atividades religiosas)
  • Atividades construtivas (por exemplo, desportos ou atividades artísticas)

Nomenclatura e Métodos de Suicídio

Nomenclatura

  • Suicídio: morte causada por comportamento auto-dirigido e prejudicial com a intenção de morrer
  • Tentativa de suicídio:
    • Comportamento não fatal, auto-dirigido e potencialmente prejudicial com a intenção de morrer
    • Pode não resultar em lesão
  • Ideação suicida:
    • Pensamento ou planeamento do suicídio
    • Pensamentos auto-lesivos (podem variar de um plano detalhado a uma consideração fugaz)
    • Não inclui necessariamente o ato final de suicídio

Métodos de suicídio

  • Armas de fogo:
    • Método mais comum de suicídio consumado
    • Mais frequentemente usado por homens
  • Envenenamento:
    • Fármacos prescritos são mais usados do que substâncias ilícitas.
    • Mais frequentemente usado por mulheres
  • Enforcamento/sufocação
  • Trauma auto-infligido

Vídeos recomendados

Tratamento

Avaliação de risco de suicídio

A avaliação do risco de suicídio é o processo de fazer observações, avaliações e estimativas da probabilidade de um indivíduo cometer suicídio. A avaliação inclui avaliar a ideação, plano e intenção suicida de um doente.

Exemplos de sinais de alerta:

  • Doente criou um plano claro.
  • O doente começou a escrever um testamento, plano de funeral ou nota de suicídio.
  • Doente despede-se de amigos e familiares.
  • O doente está em stress grave, agudo e imediato.
  • Tentativa de suicídio recente é mantida em segredo.
  • A tentativa de suicídio recente foi um método altamente letal (por exemplo, feridas profundas e cortantes).

Estratificação do grupo de risco

Com base na avaliação do risco de suicídio, os doentes são divididos em 2 grupos:

  • Grupo de alto risco iminente:
    • O doente tem um plano claro para cometer suicídio.
    • O doente geralmente mostra sinais de alerta.
    • É necessária uma intervenção urgente.
  • Grupo de alto risco não iminente:
    • Doente tem pensamentos, mas não planos concretos, para cometer suicídio.
    • Geralmente tratado em ambulatório

Abordagem geral

  • Reduzir o risco imediato/manter a segurança do doente:
    • Vigilância
    • Impedir o acesso a armas de fogo/objetos nocivos
  • Documentação adequada do caso do doente
  • Doentes agitados:
    • Considerar fármacos (por exemplo, benzodiazepínicos ou antipsicóticos).
    • Contenção para doentes gravemente agitados que não melhoram com os fármacos
  • Intervenções urgentes:
    • Quebrar o sigilo: Os médicos são obrigados a alertar os familiares e as autoridades competentes para garantir a segurança do doente.
    • Hospitalização: pode ser contra a vontade do doente e necessária ajuda da polícia
  • Alta:
    • O risco de suicídio aumenta nos primeiros dias e semanas após a alta do internamento psiquiátrico.
    • Garantir um acompanhamento próximo com um profissional de saúde mental dentro de 72 horas após a alta.
    • Fornecer recursos e educação ao doente (por exemplo, linha direta de suicídio).
    • Discutir a remoção temporária das armas com o doente e a família.

Tratamento de perturbações psiquiátricas subjacentes

  • Perturbação Depressiva Maior (PDM):
    • Antidepressivos, como inibidores seletivos de recaptação de serotonina (SSRIs), precisam de semanas para mostrar uma melhoria.
    • Nota: Os SSRIs trazem um aviso na caixa para o potencial aumento de ideação suicida entre as populações pediátrica e adolescente.
    • Evitar grupos de antidepressivos mais antigos, como antidepressivos tricíclicos e inibidores da monoamina oxidase (IMAOs), devido ao potencial de overdose letal.
    • Terapia eletroconvulsiva:
      • PDM grave que não responde aos fármacos
      • PDM com características psicóticas
      • Doentes que recusam a comer ou beber
  • Esquizofrenia: clozapina para doentes com esquizofrenia e pensamentos suicidas
  • Doentes bipolares: A terapia de manutenção com lítio diminui a incidência de suicídio.
  • Psicoterapia:
    • TCC ou terapia de resolução de problemas
    • Indicada antes e depois de uma tentativa de suicídio para prevenir tentativas subsequentes

Referências

  1. Matthew Sochat, Tao Le, and Vikas Bhushan. (2019). First Aid for the USMLE Step 1, (29th ed.), page 550.
  2. Sadock, B. J., Sadock, V. A., & Ruiz, P. (2014). Kaplan and Sadock’s synopsis of psychiatry: Behavioral sciences/clinical psychiatry (11th ed.). Chapter 8, Mood disorders, pages 347–386. Philadelphia, PA: Lippincott Williams and Wilkins.
  3. Bauer, I. (2021). Depressive disorders: Update on diagnosis, etiology, and treatment. DeckerMed Medicine.
  4. Schreiber, J. (2020). Suicidal ideation and behavior in adults. UpToDate. Retrieved March 18, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/suicidal-ideation-and-behavior-in-adults 
  5. Kennebeck, S. (2019). Suicidal behavior in children and adolescents: epidemiology and risk factors. UpToDate. Retrieved March 18, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/suicidal-behavior-in-children-and-adolescents-epidemiology-and-risk-factors 
  6. O’Rourke, M., Jamil, R., Siddiqui, W. Suicide screening and prevention. [Updated 2020 Nov 30]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL). https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK531453/
  7. Centers for Disease Control and Prevention, National Center for Injury Prevention and Control. Suicide prevention. Retrieved May 14, 2021, from https://www.cdc.gov/suicide/index.html 
  8. The National Institute of Mental Health Information Resource Center. Suicide. Retrieved May 14, 2021, from https://www.nimh.nih.gov/health/statistics/suicide

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details