Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Perturbação de Ruminação

A perturbação da ruminação é um distúrbio comportamental marcado pela regurgitação repetida dos alimentos, que podem ser remastigados, redeglutidos ou cuspidos. Esta condição não se deve a nenhum distúrbio médico (DRGE ou estenose pilórica) ou a outras perturbações do comportamento alimentar (Perturbação da Ingestão Alimentar Restritiva/ Evitante, Anorexia Nervosa, Perturbação de Ingestão Alimentar Compulsiva ou Bulimia nervosa). O tratamento é multifatorial, focado no tratamento das perturbações de humor subjacentes e na utilização de terapêutica antiespasmódica quando os sintomas são refratários à modificação comportamental.

Última atualização: 3 May, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Epidemiologia e Fisiopatologia

Epidemiologia

  • Pode estar presente em todas as idades, mas normalmente surge entre os 3 e 12 meses de idade.
  • Observado em bebés que se acalmam e se estimulam a si próprios por não terem interação emocional suficiente.
  • Prevalência de 0,8% em adultos
  • Doenças associadas:
    • Ansiedade
    • Depressão
    • POC
    • PHDA

Fisiopatologia

  • Regurgitação sem esforço e sem dor de alimentos parcialmente digeridos, que podem ser remastigados, redeglutidos ou cuspidos.
  • Contração abdominal pós-prandial
  • Aumento da pressão intra-abdominal
  • Diminuição da pressão intra-esofágica
  • Relaxamento esofágico superior
  • Vómito

Diagnóstico

  • Regurgitação repetida e sem esforço de alimentos, que podem ser remastigados, redeglutidos ou cuspidos:
    • Despoletado por uma sensação de desconforto abdominal que alivia com émese
    • Surge normalmente nos 10 minutos seguintes à refeição
    • Ocorre pelo menos durante 1 mês
    • Não há sensação de náusea antes da regurgitação.
    • Raramente está associado a perda de peso, distúrbios eletrolíticos ou erosão dos dentes
  • Os doentes ficam frequentemente embaraçados com a regurgitação, o que leva a alterações do comportamento (por exemplo, recusam-se a comer em público).
  • Devem ser excluídas causas fisiológicas (por exemplo, DRGE, estenose pilórica, deficiência intelectual, gravidez).
  • Devem ser excluídas outras perturbações do comportamento alimentares (por exemplo, Perturbação da Ingestão Alimentar Restritiva/ Evitante, Anorexia Nervosa, Perturbação de Ingestão Alimentar Compulsiva ou Bulimia nervosa).

Tratamento

  • O tratamento foca-se na mudança dos comportamentos aprendidos
  • Há altas taxas de remissão espontânea.
  • As opções de tratamento incluem:
    • Treino respiratório diafragmático:
      • Pedir ao doente para respirar fundo e relaxar o diafragma de modo que não ocorra regurgitação.
      • O uso desta técnica durante e imediatamente após as refeições pode resolver o problema.
    • Mudanças ambientais:
      • Mudanças de postura, tanto durante como após uma refeição
      • Remoção de distrações durante as refeições
    • Psicoterapia:
      • Biofeedback
      • Pode também incluir melhorias no ambiente psicossocial da criança
    • Fármacos:
      • Baclofeno: aumenta o tónus do esfíncter esofágico inferior e impede o seu relaxamento.
      • Apenas é usado quando todas as outras abordagens de tratamento falham.

Diagnóstico Diferencial

  • Anorexia nervosa: perturbação alimentar caracterizada pelo medo intenso de ganhar peso, hábitos alimentares restritos e imagem corporal distorcida. Os doentes com anorexia nervosa estão geralmente abaixo do peso e relutantes na procura de ajuda médica. O tratamento envolve TCC e medicação antidepressiva. Os casos mais graves podem exigir hospitalização.
  • Bulimia nervosa: perturbação alimentar causada por ansiedade, definida por uma alimentação compulsiva episódica e recorrente, associada a um comportamento compensatório inapropriado (por exemplo, indução do vómito, abuso de laxantes, exercício excessivo). Os doentes com bulimia nervosa podem ter IMC normal ou elevado e são mais propensos a procurar ajuda. O vómito na bulimia nervosa é autoinduzido, enquanto a regurgitação na perturbação de ruminação pode ser não intencional. A presença de bulimia nervosa deve ser excluída antes de um diagnóstico de perturbação de ruminação.
  • Perturbação de Ingestão Alimentar Compulsiva: perturbação alimentar marcada por episódios recorrentes de compulsão sem comportamento compensatório inadequado o que resulta em flutuações no peso corporal. Os episódios ocorrem pelo menos semanalmente durante 3 meses. O tratamento consiste numa combinação de psicoterapia e medicamentos antidepressivos.

Referências

  1. Almansa C, Rey E, Sánchez RG, Sánchez AA, Díaz-Rubio M. (2009). Prevalence of functional gastrointestinal disorders in patients with fibromyalgia and the role of psychologic distress. Clin Gastroenterol Hepatol. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/19138763/
  2. Blondeau K, Boecxstaens V, Rommel N, Farré R, Depeyper S, Holvoet L, Boeckxstaens G, Tack JF. (2012). Baclofen improves symptoms and reduces postprandial flow events in patients with rumination and supragastric belching. Clin Gastroenterol Hepatol. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22079512/
  3. Halland M, Parthasarathy G, Bharucha AE, Katzka DA. (2016). Diaphragmatic breathing for rumination syndrome: efficacy and mechanisms of action. Neurogastroenterol Motil. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/26661735/
  4. Vandergriendt, C. (2018). What Is Rumination Disorder? Healthline. https://www.healthline.com/health/rumination-disorder
  5. Rumination syndrome: Symptoms & causes. (2020). Mayo Clinic. https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/rumination-syndrome/symptoms-causes/syc-20377330
  6. Sadock BJ, Sadock VA, Ruiz, P. (2014). Kaplan and Sadock’s synopsis of psychiatry: Behavioral sciences/clinical psychiatry (11th ed.). Chapter 31, Child psychiatry, pages 1207-1209. Philadelphia, PA: Lippincott Williams and Wilkins.

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

🍪 Lecturio is using cookies to improve your user experience. By continuing use of our service you agree upon our Data Privacy Statement.

Details