Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Outros Antidepressivos

Existem várias classes farmacológicas de antidepressivos, estes são utilizados no tratamento da depressão, ansiedade e outras patologias psiquiátricas, bem como para o controlo da dor crónica e dos sintomas da menopausa. O bupropiom é um antidepressivo atípico, que atua através do aumento dos níveis de neurotransmissores com alívio dos sintomas de depressão. A brexanolona é um neuroesteroide utilizado principalmente no tratamento da depressão pós-parto.

Última atualização: 2 May, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Descrição Geral

  • A depressão é uma perturbação do humor unipolar, que se caracteriza por um humor persistentemente deprimido e perda de interesse associados a sintomas somáticos durante, pelo menos, 2 semanas.
  • O tratamento desta patologia é com farmacoterapia, psicoterapia e neuromodulação.

Bupropiom

Estrutura química

Chemical structure of bupropion

Estrutura química do bupropiom

Imagem pro Lecturio.

Mecanismo de ação

Inibidor da recaptação de dopamina e norepinefrina (NDRI, pela sigla em inglês):

  • Estrutura heterocíclica
  • Inibe o transportador de noradrenalina (NA) (NET, pela sigla em inglês) e o transportador de dopamina (DA) (DAT, pela sigla em inglês) nas terminações pré-sinápticas → ↑ Níveis de NA e DA na fenda sináptica
  • Estimula a atividade do transportador vesicular de monoaminas (VMAT, pela sigla em inglês) → ↑ Libertação de DA na fenda sináptica

Farmacocinética

  • Absorção: A absorção oral é rápida.
  • Distribuição:
    • 84% liga-se às proteínas.
    • A semi-vida de eliminação é de 13 a 30 horas.
  • Metabolização:
    • Metabolização de 1ª passagem extensa no fígado
    • Conversão em hidroxibupropiom pela citocromo P450 (CYP)2B6
  • Eliminação:
    • Sobretudo na urina
    • Também nas fezes, mas em menor grau

Indicações

  • Perturbação depressiva major
  • Cessação tabágica
  • Perturbação afetiva sazonal
  • Utilização off-label:
    • PHDA – Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção
    • Depressão bipolar
    • Disfunção sexual

Efeitos adversos

  • Cardiovasculares:
    • Mais comum: taquicardia
    • Toracalgia
    • Arritmia
  • Gastrointestinais:
    • Mais comum: xerostomia
    • Obstipação
    • Náuseas/vómitos
  • Endócrino/metabólicos:
    • Mais comum: perda de peso
    • Aumento de peso
    • Irregularidades menstruais
  • SNC:
    • Mais comum: insónia
    • Cefaleia
    • Agitação
  • Oftálmicos:
    • Mais comum: visão turva
    • Diplopia
    • ↑ Risco de glaucoma de ângulo fechado
  • Respiratórios:
    • Mais comum: nasofaringite
    • Rinite
  • Gravidez:
    • Categoria C
    • ↑ Risco de cardiopatias congénitas

Contraindicações/precauções

  • Inibidores da monoamina oxidase (MAO, pela sigla em inglês): deve realizar-se um período de 14 dias de washout antes do início de outros antidepressivos e vice-versa
  • Epilepsia: O bupropiom reduz o limiar convulsivo.
  • Perturbação do comportamento alimentar:
    • Anorexia nervosa
    • Bulimia nervosa
  • Suspensão abrupta de sedativos:
    • Etanol
    • Benzodiazepinas
    • Barbitúricos

Interações medicamentosas

  • Agentes que reduzem o limiar convulsivo:
    • Antidepressivos tricíclicos (ADTs)
    • Clozapina
    • Fenotiazinas
    • Tramadol
  • Simpaticomiméticos: ↑ efeitos hipertensivos
  • Substratos da CYP2D6:
    • O bupropiom é um potente inibidor da CYP2D6.
    • ↑ Níveis dos substratos da 2D6
    • ↓ Níveis dos metabolitos ativos de pró-fármacos ativados pela 2D6
  • O bupropiom ↓ os níveis de metabolitos ativos de:
    • Codeína
    • Tamoxifeno
    • Tramadol

Brexanolona

Estrutura química

  • Também é conhecida como alopregnanolona e é um esteroide C21
  • Corresponde a um neuroesteroide natural, biossintetizado a partir da hormona progesterona
Estrutura química da brexanolona

Estrutura química da brexanolona

Imagem : “Allopregnanolone” por Ed. Licença: Public Domain

Mecanismo de ação

  • Modulador positivo do recetor GABAA
  • O mecanismo não é completamente conhecido
  • A brexanolona é um análogo da alopregnanolona, que modula alostericamente a inibição sináptica (inibição fásica dos potenciais de ação) e extra-sináptica (tónica) dos recetores GABAA.
  • Os níveis endógenos de alopregnanolona ↑ no período periparto e ↓ drasticamente durante o pós-parto → níveis baixos atenuam os efeitos inibitórios do GABA em situações de stress. A administração exógena de alopregnanolona sintética (brexanolona) ajuda a restaurar os níveis.

Farmacocinética

  • Absorção:
    • Baixa biodisponibilidade oral.
    • Administrada como uma formulação IV
  • Distribuição:
    • O volume de distribuição é de 3 L/kg.
    • 99% liga-se às proteínas.
  • Metabolização:
    • Não é mediada pelas CYP
    • Cetorredução através de aldo-ceto redutases
    • Glucoronidação
    • Sulfatação
    • A semi-vida de eliminação é de 9 horas.
  • Excreção:
    • Fezes
    • Urina

Indicações

A brexanolona está indicada na depressão pós-parto.

Efeitos adversos

  • Cardiovasculares:
    • Mais comum: pré-síncope
    • Rubor/flushing
    • Taquicardia
  • SNC:
    • Mais comum: sonolência/sedação
    • Tonturas
    • Vertigem
  • Gastrointestinais:
    • Mais comum: xerostomia
    • Diarreia
    • Dispepsia
  • ALERTA “BLACK BOX” DA FDA: sedação excessiva e perda de consciência súbita

Interações farmacológicas

  • Outros depressores do SNC
  • Sedativos (por exemplo, opioides, benzodiazepinas, barbitúricos, etanol, escetamina)

Cetamina

Estrutura química

  • Derivado de arilciclohexilamina
  • Composto quiral
  • Farmacologicamente relacionada com a fenciclidina
Estrutura química da cetamina

Estrutura química da cetamina

Imagem: “Ketamine2DCSD” por Brenton. Licença: Public Domain

Mecanismo de ação

  • O mecanismo de ação antidepressiva não é claro.
  • Antagonista do recetor N-metil-D-aspartato (NMDA, pela sigla em inglês)
  • Atua diretamente no córtex e sistema límbico
  • Aumenta a ativação do recetor do ácido α-amino-3-hidroxi-5-metil-4-isoxazolepropiónico (AMPA, pela sigla em inglês), que modula algumas vias de sinalização, de forma a influenciar a neurotransmissão no sistema límbico:
    • Regulação positiva do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF, pela sigla em inglês)
    • Ativação do recetor de tropomiosina cinase B
    • Ativação do alvo da via da rapamicina (mTOR, pela sigla em inglês) em mamíferos
    • Desativação da glicogénio sintase cinase 3
    • Inibição da fosforilação do fator de alongamento eucariótico 2 (eEF2, pela sigla em inglês)

Farmacocinética

  • Absorção:
    • Boa absorção, uma vez que é hidro e lipossolúvel
    • Baixa biodisponibilidade oral devido à metabolização de 1ª passagem
    • A biodisponibilidade IV é de 100%.
  • Distribuição:
    • Rápida distribuição para o cérebro e outros tecidos
    • Aproximadamente, 27% liga-se às proteínas plasmáticas.
  • Metabolização:
    • Metabolização extensa pela CYP3A4 e CYP2B6
    • A semi-vida de eliminação é de cerca de 2,5 a 3 horas.
  • Excreção:
    • Urina (90%)
    • Fezes (3%)

Indicações

  • A cetamina é o anestésico de escolha em procedimentos de curta duração.
  • Tratamento da depressão refratária
  • Terapêutica de manutenção na depressão

Efeitos adversos

  • Cardiovasculares:
    • Alteração da pressão arterial
    • Taquicardia
    • Bradicardia
  • SNC:
    • Dependência farmacológica
    • Hipertonia/movimentos tónico-clónicos
    • Aumento da pressão intracraniana
  • Gastrointestinais:
    • Anorexia
    • Sialorreia
    • Náuseas/vómitos
  • Oftálmicos:
    • Diplopia
    • Nistagmo
    • Aumento da pressão intraocular

Interações farmacológicas

  • Potencia a ação dos:
    • Opioides
    • Barbitúricos
    • Álcool
  • As benzodiazepinas podem diminuir o efeito antidepressivo.
  • Pode provocar uma crise convulsiva se se associar com a teofilina

Referências

  1. UpToDate drug information:Brexanolone: Drug information. Retrieved July 10, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/brexanolone-drug-information
  2. Bupropion: Drug information. Retrieved July 10, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/bupropion-drug-information
  3. Ketamine: Drug information. Retrieved July 10, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/ketamine-drug-information
  4. WebMD. Bupropion HCl Oral: Uses, Side Effects, Interactions, Pictures, Warnings & Dosing. Retrieved July 10, 2021, from https://www.webmd.com/drugs/2/drug-13507-155/bupropion-hcl-oral/bupropion-oral/details
  5. Medscape drug information. Ketalar (Ketamine) Dosing, Indications, Interactions, Adverse Effects, and More. Retrieved July 10, 2021, from https://reference.medscape.com/drug/ketalar-ketamine-343099
  6. Goodman, L.S., et al. (Eds.). (2011). Goodman & Gilman’s Pharmacological Basis of Therapeutics. 12th ed, McGraw-Hill.

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

🍪 Lecturio is using cookies to improve your user experience. By continuing use of our service you agree upon our Data Privacy Statement.

Details