Achieve Mastery of Medical Concepts

Study for medical school and boards with Lecturio

Necrose Gorda da Mama

A necrose gorda da mama é uma patologia inflamatória benigna, que resulta de uma lesão no tecido mamário. As formas de lesão incluem o traumatismo contuso, bem como o traumatismo causado por procedimentos cirúrgicos, biópsias e radioterapia. Esta patologia caracteriza-se pela presença de uma massa mamária mal definida, geralmente acompanhada de alterações na pele sobrejacente. Podem formar-se quistos oleosos, visto que a fibrose e a calcificação aprisionam o óleo decorrente da degeneração das células de gordura. A necrose gorda da mama pode ser clínica e radiograficamente difícil de distinguir de uma massa maligna. O diagnóstico apoia-se numa história clínica consistente com traumatismo, imagiologia da mama e, menos frequentemente, numa biópsia por agulha grossa para o diagnóstico definitivo. O tratamento geralmente não é necessário. O principal significado clínico desta patologia é a sua possível confusão com cancro da mama ao exame objetivo e imagiologia.

Última atualização: May 11, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Descrição Geral

Definição

A necrose gorda é uma lesão benigna da mama causada por agressão ao tecido mamário.

Epidemiologia

  • Incidência: 0,6%
  • 2,75% de todas as lesões benignas da mama
  • Idade média ao diagnóstico: 50 anos

Etiologia

  • Traumatismo:
    • Lesão direta no tórax (incluindo abuso)
    • Até 50% das doentes podem não relatar/recordar o traumatismo.
  • Biópsias da mama por agulha fina e grossa
  • Procedimentos cirúrgicos:
    • Tumorectomia
    • Reconstrução mamária
    • Redução mamária
    • Mastectomia
    • Retalho livre de outra estrutura
    • Enxerto de gordura
  • Injeções de silicone
  • Radioterapia
  • Mastite/infeções mamárias
  • Fatores de risco:
    • Mamas grandes ou pendentes
    • Idade avançada
    • Tabagismo
    • Obesidade

Fisiopatologia e Apresentação Clínica

Fisiopatologia

Mecanismos de lesão:

  • Laceração do suprimento sanguíneo do tecido mamário durante procedimentos → isquemia → necrose
  • Hemorragia traumática do tecido adiposo mamário

Resposta do tecido:

  • Saponificação asséptica:
    • Os ácidos gordos libertam-se dos triglicerídeos por ação da lipase sanguínea ou tecidual.
    • Os ácidos gordos formam um complexo com o cálcio (calcificação).
    • A inflamação reativa que se forma ao redor do tecido saponificado resulta em fibrose e cicatrizes.
  • Outro mecanismo é a degeneração quística:
    • As células adiposas libertam o seu conteúdo.
    • Pode ocorrer calcificação e fibrose ao redor da gordura degenerada → quistos oleosos

Apresentação clínica

  • Massa mamária firme e irregular (mimetiza o cancro da mama)
  • Pode causar desconforto, dor ou ser indolor
  • Geralmente localiza-se na área periareolar, mas pode ocorrer em qualquer local na mama
  • Pode acompanhar-se de eritema e/ou equimose
  • Retração da pele ou mamilo
Necrose gordurosa da mama direita

Necrose gorda da mama com área de necrose cutânea secundária à injeção de corante azul de metileno

Imagem : “Skin and fat necrosis of the right breast” pelo St Georges Hospital, London, UK. Licença: CC BY 2.0

Diagnóstico

História clínica

  • Traumatismo (por exemplo, acidentes rodoviários, agressão)
  • Cirurgia/biópsia mamária
  • Infeções/mastite
  • Irradiação da mama/tórax

Exame objetivo

  • Exame mamário completo:
    • Massa firme irregular, fixa à derme
    • Retração mamilar/cutânea
  • Palpação ganglionar axilar: A presença de adenopatia aponta mais para cancro da mama.

Imagiologia

  • Mamografia:
    • Os achados diferem consoante o grau de fibrose.
    • Pode aparecer como uma massa transparente com limites lisos
    • Pode apresentar microcalcificações com áreas de opacidade anormal
  • Ecografia:
    • Menos específica que a mamografia
    • O tecido subcutâneo é mais ecogénico
    • Massa hipoecoica, anecoica ou sólida
    • Quistos oleosos:
      • Lesões quísticas com bandas internas ecogénicas
      • Calcificações da parede
  • Ressonância magnética da mama (RM):
    • Pode ser útil nos casos com fibrose significativa
    • Diferencia a necrose gorda de carcinoma
    • A necrose gorda tem geralmente uma aparência idêntica à gordura adjacente na ressonância magnética.
G3 necrose gordurosa

Mamografia com necrose gorda

Imagem : “G3 fat necrosis” pelo Department of Radiation Oncology, Laboratory of Medical Physics and Expert Systems, Regina Elena National Cancer Institute, Rome, Italy. Licença: CC BY 2.0

Tratamento

  • Vigilância e tranquilização
  • História natural: As lesões podem aumentar, permanecer inalteradas ou regredir.
  • O tratamento cirúrgico geralmente não é necessário, mas pode ser escolhido se a massa:
    • Não resolver
    • Causar dor
    • Causar distorção mamária indesejada
  • Aspiração de quistos oleosos com agulha, se os quistos causarem desconforto

Diagnóstico Diferencial

  • Cancro da mama: o diagnóstico mais importante a descartar na presença de uma massa mamária ou na evidência de calcificações e fibrose na imagiologia, uma vez que a necrose gorda pode apresentar-se de maneira muito semelhante. Se o diagnóstico não puder ser feito com base apenas na imagiologia, é necessária uma biópsia por agulha grossa. O tratamento pode envolver cirurgia, quimioterapia, radioterapia e tratamento hormonal.
  • Alterações fibroquísticas da mama: um termo não específico que se refere a vários tipos de patologias benignas da mama, geralmente decorrentes da estimulação hormonal cíclica pelo estrogénio e progesterona. Os tipos de alterações mais comuns são as lesões não proliferativas, incluindo quistos ductais e fibrose resultante da inflamação crónica após a rotura desses quistos. O diagnóstico é feito com mamografia e ecografia. O tratamento é de suporte.
  • Mastite e/ou abcesso mamário: inflamação do tecido mamário, é uma infeção causada mais frequentemente por agentes da flora da pele ou oral, introduzida durante a amamentação. Pode formar-se um abcesso purulento. Ocasionalmente, também é possível haver uma mastite não lactacional e abcesso. Estas doentes apresentam geralmente febre, dor mamária, eritema, edema e um possível abcesso com dor e flutuação. O tratamento inclui antibióticos, extração contínua do leite materno se estiver a amamentar e incisão e drenagem de abcessos.
  • Galactocelo: coleção quística de líquido geralmente causada por obstrução num ducto lactífero. Os galactocelos apresentam-se como uma massa firme e palpável na região subareolar e pode observar-se um nível líquido-gorduroso clássico na imagiologia. O diagnóstico baseia-se na história clínica e na aspiração, com obtenção de um líquido leitoso. Estas lesões não requerem excisão.
  • Fibroadenoma: uma massa mamária sólida e benigna composta por tecido fibroso e glandular. Apresenta-se como uma pequena massa móvel, bem definida, de consistência elástica ou firme. A etiologia exata é desconhecida. O diagnóstico é confirmado com uma biópsia por agulha grossa. O tratamento é a excisão ou vigilância.
  • Tumor filoide: um tumor fibro-epitelial semelhante aos fibroadenomas, caracterizado geralmente por um crescimento rápido. Podem comportar-se como fibroadenomas benignos ou podem tornar-se malignos e metastatizar. Os tumores filóides estão associados à síndrome de Li-Fraumeni. O diagnóstico é com biópsia por agulha grossa e o tratamento passa por resseção completa, com radiação adjuvante em casos malignos.

Referências

  1. Laronga, C., Tollin, S., and Mooney, B. (2019). Breast cysts: clinical manifestations, diagnosis, and management. In Chen, W. (Ed.), UpToDate. Retrieved February 3, 2021, from https://www.uptodate.com/contents/breast-cysts-clinical-manifestations-diagnosis-and-management
  2. Lester, S.C. (2005). The breast. In Kumar, V., Abbas, A.K., and Fausto, N. (Eds). Robbins and Cotran Pathologic Basis of Disease (7th ed., pp. 1127).
  3. Genova, R. (2020). Breast fat necrosis. In Garza, R. (Ed.), StatPearls. Retrieved 3 February  2021 from https://www.statpearls.com/articlelibrary/viewarticle/21634/ 
  4. Sabel, M.S. (2020). Overview of benign breast disease. In Chen, W. (Ed.), UpToDate. Retrieved 3 February 2021, from https://www.uptodate.com/contents/overview-of-benign-breast-disease

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details