Mecanismos de Defesa

Os mecanismos de defesa são meios subconscientes normais de resolução de conflitos internos entre o sentido moral subjetivo de um indivíduo e os seus pensamentos, sentimentos ou ações. Os mecanismos de defesa protegem o próprio individuo de sentimentos desagradáveis (ansiedade, vergonha e/ou culpa) e estão divididos em patológicos, imaturos, maduros, neuróticos e outros tipos.

Última atualização: Sep 28, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Definição e Classificação

Definição

Os mecanismos de defesa (defesas do ego) são processos subconscientes que ocorrem para proteger o ego. Os mecanismos de defesa podem tornar-se evidentes em situações de stresse ou então enquanto parte de distúrbios de personalidade. Embora estes mecanismos possam proporcionar alívio rápido e a curto prazo de sentimentos desagradáveis (ansiedade, vergonha, culpa), também podem resultar em complicações a longo prazo (dificultar a perceção, impedir a adesão ao tratamento).

Classificação

Divisão tendo em conta o grau relativo de maturidade conforme a classificação do psicólogo George Vaillant:

  • Patológico ou narcisista-psicótico
  • Imaturo
  • Neurótico
  • Maduro

Mecanismos de Defesa Patológicos ou Narcisísticos-Psicóticos

Os mecanismos de defesa patológicos baseiam-se na evicção, negação ou distorção da realidade, e são comummente encontrados em crianças pequenas, sonhos/fantasias de adultos, ou enquanto parte de processos psicóticos.

Negação

  • Evitar uma realidade dolorosa, fingindo que ela não existe
  • Exemplo: A mulher de um soldado continua a acreditar que o marido vai voltar para casa, apesar de ter recebido uma carta sobre a informar da sua morte.

Distorção

  • Reformular de forma evidente a realidade para se ajustar aos desejos interiores
  • Pode incluir delírios de grandiosidade ou alucinações
  • Exemplo: Um estudante acredita que chumbou num exame porque as perguntas foram injustas e não porque não se preparou bem.

Projeção delirante

  • Manter uma crença fixa que não é retificada apesar de serem apresentadas provas do contrário
  • Muitas vezes de natureza persecutória
  • Exemplo: Um homem comete um crime e está convencido de que está a ser seguido para onde quer que vá.

Mecanismos de Defesa Imaturos

Os mecanismos de defesa imaturos advém da ansiedade relacionada com a intimidade ou a sua perda. São encontrados nas crianças pré-adolescente e em adultos, sobretudo naqueles que apresentam perturbações de personalidade.

Atuação

  • Um indivíduo tende a esconder sentimentos inaceitáveis através de ações socialmente inapropriadas (por exemplo, explosão exagerada).
  • Muitas vezes presente em indivíduos com perturbação de personalidade borderline ou antissocial.
  • Exemplos:
    • Em vez de dizer apenas: “Estou muito zangado contigo”, a pessoa que age pode atirar um objeto à outra pessoa ou à parede, que atua como uma forma de libertação da pressão.
    • A birra de uma criança é também uma forma de agir quando não consegue o que pretende com um dos pais.
    • Os comportamentos auto-lesivos correspondem a uma terceira forma de atuação, onde a dor física atua como uma substituta para aquilo que uma pessoa não suporta sentir emocionalmente.

Idealização

  • Aperceber-se e focar-se apenas nas melhores qualidades de uma pessoa
  • Exemplo: Um trabalhador descreve o seu patrão como sendo o melhor do mundo, ignorando quaisquer falhas.

Introjeção (identificação)

  • Simular inconscientemente os comportamentos de alguém visto como sendo mais poderoso
  • A padronização consciente é referida como sendo imitação.
  • Exemplo: crianças que apresentam comportamentos e atitudes dos pais

Passivo-agressivo

  • Forma indireta de expressar agressão
  • Observado em indivíduos com perturbação de personalidade borderline
  • Exemplo: Um empregado de escritório chega propositadamente atrasado ao trabalho diariamente após ter um conflito com o gerente.

Projeção

  • Atribuir sentimentos, desejos ou pensamentos inaceitáveis a outra pessoa
  • Associado a perturbação de personalidade paranoide
  • Exemplo: Um homem que teve um caso extraconjugal acusa a mulher de lhe ser infiel.

Regressão

  • Reverter para um comportamento mais infantil (voltar a um nível de desenvolvimento anterior) durante situações de stress
  • Exemplo: Quando nasce o 2º filho, o irmão mais velho de 4 anos começa a ter birras temperamentais ou também exige leite materno.

Clivagem

  • Incapacidade de conceptualizar tanto as qualidades negativas como positivas de si mesmo ou dos outros
  • Forma comum de mecanismo de defesa em indivíduos com perturbação de personalidade borderline
  • Exemplo: um indivíduo que vê todos os médicos como sendo competentes enquanto vê todos os enfermeiros como sendo incompetentes.

Negação

  • Recusa em aceitar a realidade ou factos
  • Impede o indivíduo de lidar com sentimentos desagradáveis
  • Exemplo: Uma mulher diagnosticada com cancro da mama decide adiar os tratamentos, alegando que se sente bem.

Mecanismos de Defesa Neuróticos

Os mecanismos de defesa neuróticos são comuns entre indivíduos com perturbações neuróticas, bem como entre indivíduos normais/de aparência saudável. Os mecanismos de defesa neuróticos aliviam os efeitos angustiantes e podem ser mais aceitáveis socialmente.

Deslocamento

  • Redirecionamento de emoções ou impulsos desagradáveis para outra pessoa ou objeto (do mais alto para o mais baixo na hierarquia percebida)
  • Exemplo: Um marido que está zangado com o patrão grita com os filhos quando chega a casa.

Dissociação

  • Uma sensação de desconexão perante um evento stressante ou traumático
  • Permite que os indivíduos bloqueiem o trauma mental e o stress, “removendo-se” a si próprios de uma situação desconfortável
  • Pode evoluir para uma perturbação dissociativa
  • Exemplo: Um rapaz que sofreu abuso sexual olha para a parede e sonha acordado sempre que é confrontado com memórias traumáticas.

Intelectualização

  • Usar informações e factos para evitar lidar com situações desagradáveis
  • Exemplo: Enquanto um paciente morre durante uma cirurgia devido a um erro, o cirurgião explica calmamente os detalhes/complicações técnicas do procedimento aos alunos.

Isolamento

  • Dissociar um evento das emoções que o acompanham
  • Exemplo: Uma mulher que experienciou um ataque bombista conta o incidente de uma forma factual.

Racionalização

  • Apresentar explicações racionais para eventos de uma forma que que não corresponde à verdadeira razão
  • Observado em indivíduos com perturbações obsessivo-compulsivas
  • Exemplo: Um estudante culpa o professor por chumbar num exame para evitar admitir que não se preparou adequadamente.

Formação reativa

  • Transformar emoções ou impulsos inaceitáveis na direção exatamente oposta
  • Exemplo: Uma pessoa intrigada por determinadas ideias torna-se uma voz forte e ativa contra essas ideias/ações.

Repressão

  • Excluir involuntariamente da consciência um sentimento ou pensamento desagradável ou inaceitável
  • Exemplo: As vítimas de abuso sexual muitas vezes reprimem memórias associadas, que depois se tornam de difícil acesso.

Anulação

  • Comportar-se ou agir de determinada forma para reverter comportamentos inaceitáveis
  • Exemplo: penitência religiosa, incluindo a oração e a confissão dos próprios pecados

Vídeos recomendados

Mecanismo de Defesa Maduros

Os mecanismos de defesa maduros são mais sofisticados e requerem mais experiência e autoconhecimento. Os mecanismos de defesa maduros ajudam a abordar a realidade de uma forma mais profunda e socialmente adaptável.

Altruísmo

  • Praticar ações que beneficiam os outros, para experienciar o prazer
  • Pode ajudar os indivíduos a evitar sentimentos negativos
  • Exemplo: Um diretor-executivo egoísta faz doações para organizações de caridade com regularidade.

Humor

  • Expressar sentimentos desconfortáveis (muitas vezes sob a forma de piadas) sem causar desconforto ao próprio
  • Exemplo: Um homem com apneia do sono faz piadas sobre a máscara de pressão positiva contínua das vias respiratórias (CPAP).

Sublimação

  • Satisfazer os próprios desejos ou impulsos de uma forma socialmente aceitável → canalizando-os em vez de os impedir
  • Exemplo: Um idoso sem descendentes, mas que sempre quis ter filhos, passa muito tempo a ensinar futebol ao sobrinho.

Supressão

  • Ignorar deliberadamente um impulso ou emoção desconfortável/inaceitável para diminuir o desconforto e, assim, realizar uma determinada tarefa
  • Exemplo: Um estudante termina o relacionamento com a namorada na noite anterior a um exame importante. Não demonstra nenhum tipo de emoção até que tenha realizado o exame.

Vídeos recomendados

Relevância Clínica

  • Perturbações de personalidade: um conjunto de doenças mentais envolvendo padrões semipermanentes de pensamento e comportamento que podem ser prejudiciais e persistentes. Indivíduos com perturbações de personalidade apresentam dificuldades em lidar com situações de stresse do dia a dia e o seu comportamento pode levar a sérios problemas a nível dos relacionamentos e do trabalho. A psicoterapia pode envolver a identificação de mecanismos de defesa imaturos e a sua transformação em formas mais maduras.
  • Perturbações somatoformes: perturbações somatoformes, perturbações de conversão e perturbações de ansiedade de doença têm na sua etiologia modelos psicodinâmicos que se pensa serem decorrentes de um mecanismo de defesa mal adaptativo. Indivíduos com perturbações somatoformes protegem-se do stresse emocional, que se manifesta subconscientemente como um sintoma físico ou uma ameaça de doença.

Referências

  1. Le, T., et al. (Ed.) (2019). Psychiatry. In Le, T. et al. (Ed.), First Aid Step 1 2019 (21st ed., pp. 542–543).
  2. Bailey R., Pico J. (2020). Defense Mechanisms. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK559106/
  3. Sadock, B.J., Sadock, V.A., Ruiz, P. (Eds.) (2014). Theories of personality and psychopathology. In Sadock, B.J., et al. (Ed.), Kaplan and Sadock’s Synopsis of Psychiatry: Behavioral Sciences/Clinical Psychiatry (11th ed., pp. 160–162). Lippincott Williams and Wilkins.

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details