Laringe

A laringe, também frequentemente chamada de caixa vocal, é um espaço cilíndrico localizado no pescoço ao nível das vértebras C3-C6. A laringe é contínua superiormente com a orofaringe e inferiormente com a traqueia. Esta estrutura é composta por 9 cartilagens conectadas por membranas, ligamentos e músculos, que envolvem as cordas vocais. As principais estruturas que formam a estrutura da laringe são a cartilagem tiroideia, a cartilagem cricoide e a epiglote. A laringe serve para produzir o som (fonação), conduz o ar para a traqueia e impede que grandes moléculas cheguem aos pulmões.

Última atualização: Apr 21, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Desenvolvimento e Anatomia Macroscópica

Desenvolvimento

  • As cartilagens laríngeas desenvolvem-se a partir do 4º e 6º pares dos arcos faríngeos.
  • O músculo cricotiroideu tem origem no 4º arco faríngeo.
  • Os restantes músculos intrínsecos da laringe têm origem no 6º arco faríngeo.

Anatomia macroscópica

A laringe é uma estrutura composta principalmente por cartilagens unidas por músculos e ligamentos, ambos divididos em formas intrínsecas e extrínsecas.

Tabela: Anatomia macroscópica
Cartilagem Única
  • Epiglote
  • Cricoide
  • Tiroide
Pares
  • Aritenoide
  • Cornicular
  • Cuneiforme
Ligamentos Extrínseco
  • Membrana tiro-hioidea
  • Ligamento hioepiglótico
Intrínseco
  • Ligamento cricotiroideu (também chamado membrana cricovocal ou cricotiroidea)
  • Ligamentos vocais
  • Membrana quadrangular
  • Ligamentos vestibulares
  • Membrana ariepiglótica
Músculos Extrínseco
  • Grupo supra-hioideu: estilo-hioideu, digástrico, milo-hioideu e genio-hioideu
  • Grupo infra-hioideu: esterno-hioideu, omo-hioideu, esternotiroideu e tireo-hioideu
Intrínseco
  • Cricotiroide
  • Tiroaritenoide
  • Cricoaritenoideu posterior
  • Cricoaritenoide lateral
  • Aritenoide transversa
  • Aritenoide oblíquo
  • Vocais
Vistas anterior e lateral direita da laringe

Vistas anterior (superior) e lateral direita (inferior) da laringe, exibindo os marcos anatómicos

Imagem : “Laringe” por OpenStax. Licença: CC BY 4.0

Articulações da laringe:

  • Cricotiroide: permite o movimento de inclinação para frente e para baixo da cartilagem tiroide entre os cornos inferiores da cartilagem tiroide e a cartilagem cricoide
  • Cricoaritenoide: permite a abdução e adução dos ligamentos vocais através das cartilagens cricoide e aritenóidea

Regiões da laringe:

  • Supraglote: também chamada de vestíbulo, estende-se desde a entrada da laringe até as pregas vestibulares
  • Glote: estende-se das pregas vestibulares às pregas vocais
  • Subglote: estende-se das pregas vocais até a margem inferior da cartilagem cricoide (início da traqueia)
Componentes e regiões da laringe

Componentes e regiões da laringe

Imagem por Lecturio.

Cartilagens

Cartilagens únicas

  • Epiglote:
    • Cartilagem elástica
    • Corpo em forma de folha
    • Totalmente recoberta por mucosa
    • Projeta-se superior e posteriormente na faringe e tem como função fechar a laringe durante a deglutição para evitar que o alimento entre nas vias aéreas
    • Fixa-se ao osso hioide superiormente através do ligamento hioepiglótico
    • Fixa-se à cartilagem tiroide através do ligamento tireoepiglótico da linha média
  • Cricoide:
    • Cartilagem hialina
    • Corpo em forma de anel, tornando-se o único anel completo de cartilagem na laringe
    • Fixa-se à cartilagem tiroide através do ligamento cricotiroideu
    • Fixa-se ao 1º anel traqueal através do ligamento cricotraqueal
  • Tiroide:
    • A maior das cartilagens laríngeas
    • Cartilagem hialina
    • Corpo em forma de V, com ponto de conexão anterior e sem componentes posteriores
    • A conexão anterior forma a proeminência laríngea, também conhecida como maçã de Adão.
    • As faces posteriores das 2 lâminas laterais da tiroide projetam-se para cima e para baixo, criando os cornos superior (maior) e inferior.
    • Fixa-se ao osso hioide superiormente através da membrana tiro-hióidea e dos ligamentos tiro-hióideo mediano e lateral
    • Fixa-se inferiormente à cartilagem cricoide através do ligamento cricotiroideu

Cartilagens em pares

  • Aritenoide:
    • Cartilagem hialina
    • Corpos em forma de pirâmide:
      • Ápice superior
      • Processo vocal anterior (local de fixação do músculo vocal)
      • Processo muscular lateral
    • Localizada superiormente à porção posterior da cartilagem cricoide, entre as lâminas laterais da cartilagem tiroide
    • Fixa-se às cartilagens corniculadas nos seus ápices superiores
  • Corniculada:
    • Cartilagem elástica
    • Corpos em forma de cone
    • Localizada superiormente, posteriormente e medialmente às aritenoides e serve para as prolongar
    • Fecha-se nas pregas ariepiglóticas da mucosa
  • Cuneiforme:
    • Cartilagem elástica
    • Corpos “club-shaped”
    • Localizada superior e anteriormente às cartilagens corniculadas
    • Fecha-se nas pregas ariepiglóticas da mucosa

Ligamentos e Membranas

Os ligamentos e membranas da laringe são responsáveis por ligar as cartilagens e formar uma única estrutura fibrocartilaginosa. As membranas também se dobram e envolvem certas cartilagens e membranas para compor as partes móveis e funcionais da laringe (p. ex., cordas vocais).

Extrínseco

Membrana tiroideia:

  • Folha larga e fibrosa de tecido
  • Conecta o osso hioide à cartilagem tiroide
  • Perfurada pela artéria laríngea interna e pelo nervo laríngeo interno
  • As áreas espessadas envolvem o ligamento tiro-hioideu mediano único e os dois ligamentos tiro-hioideus mais finos e menores.

Ligamento hioepiglótico:

  • Tecido fino e elástico
  • Liga a superfície anterior da epiglote à borda superior do osso hioide
  • Protege a laringe supraglótica
Vista lateral da laringe, apresentando as membranas e cartilagens

Vista lateral da laringe, que apresenta as membranas e cartilagens

Imagem por Lecturio.

Intrínseco

Ligamento cricotiroideu:

  • Também chamado membrana cricovocal ou cricotiroideia
  • Liga a borda inferior da cartilagem tiroide à borda superior da cartilagem cricoide
  • Composto pelos ligamentos cricotiroideu mediano e lateral:
    • Mediano: área espessada na linha média anterior entre as cartilagens
    • Lateral: também conhecido como conus elasticus (cone elástico); mais fino que o ligamento mediano e estendem-se da borda superior da cricoide até a borda inferior dos ligamentos vocais, com os quais é contínuo.
  • É feita uma incisão através desta estrutura durante uma cricotirotomia para estabelecer uma via aérea patente de emergência.

Ligamentos vocais:

  • As bordas livres do conus elasticus (ligamentos cricotiroideus laterais)
  • Estendem-se dos processos vocais das cartilagens aritenoides até o ângulo da cartilagem tiroide

Membrana quadrangular:

  • Fina, estende-se entre as bordas laterais da epiglote e as margens anterolaterais das cartilagens aritenoides
  • Ligamento vestibular:
    • A borda inferior livre espessa da membrana quadrangular
    • Fecha-se numa prega de mucosa para formar as pregas vestibulares (falsas pregas vocais) que se estendem da cartilagem tiroide até as cartilagens aritenoides
  • Membrana ariepiglótica:
    • A borda superior livre da membrana quadrangular
    • Fecha-se numa prega de mucosa para formar as pregas ariepiglóticas
    • Reforçada na sua porção posterior pelas cartilagens corniculada e cuneiforme, observadas como pequenos nódulos dentro da prega
Os ligamentos e membranas da laringe

Os ligamentos e membranas da laringe

Imagem por Lecturio.

Músculos

Músculos extrínsecos da laringe

Grupo supra-hioideu:

Os músculos laríngeos supra-hioideus são caracterizados pela sua localização acima do osso hioide e função de elevar o osso hioide e a laringe durante a deglutição e a fonação.

Tabela: Grupo supra-hioideu
Músculo Origem Inserção Inervação
Estilo-hioideu Processo estiloide do osso temporal Corpo do osso hioide Nervo facial
Digástrico Porção anterior: fossa digástrica da mandíbula Porção anterior e posterior: tendão intermediário Porção anterior: nervo milo-hioideu, ramo do nervo mandibular
Porção posterior: incisura mastoide do osso temporal Porção posterior: nervo facial
Milo-hioideu Linha milo-hioideia da mandíbula Corpo do osso hioide e rafe mediana Nervo milo-hioideu, ramo do nervo mandibular
Genio-hioideu Espinha do mento da superfície interna da mandíbula Corpo do osso hioide C1-C2 do plexo cervical e do nervo hipoglosso
O grupo supra-hióideo dos músculos extrínsecos da laringe

O grupo supra-hioideu dos músculos extrínsecos da laringe:
O músculo genio-hioideu não está presente.

Imagem por BioDigital, editada por Lecturio

Grupo infra-hioideu:

Os músculos laríngeos infra-hioideus são caracterizados pela sua localização abaixo do osso hioide e pela sua função de deprimir o osso hioide e a laringe durante a deglutição e a fonação.

Tabela: Grupo infra-hioideu
Músculo Origem Inserção Inervação
Esterno-hioideu Superfície dorsal do manúbrio e da articulação esternoclavicular Corpo do osso hioide C1-C3 do plexo cervical
Omo-hioideu
  • Margem superior da omoplata
  • Tendão central: fáscia cervical profunda (clavícula, 1ª costela)
Corpo do osso hioide (ligado à bainha carotídea)
Esternotiroideu Superfície dorsal do manúbrio Linha oblíqua da cartilagem tiroide
Tiro-hioideu (continuação do esternotiroideu) Linha oblíqua da cartilagem tiroide Corpo e cornos maiores do osso hioide Nervo hipoglosso (nervo craniano XII), através dos ramos anteriores de C1
Vistas anterior e lateral do grupo infra-hióideo dos músculos extrínsecos da laringe

Vistas anterior e lateral do grupo infra-hioideu dos músculos extrínsecos da laringe

Imagem por BioDigital, editada por Lecturio

Músculos intrínsecos da laringe

Os músculos intrínsecos da laringe têm como função produzir a fonação, modificando o comprimento e a tensão das cordas vocais, e o tamanho da rima da glote (a abertura entre as cordas vocais).

Tabela: Músculos intrínsecos da laringe
Músculo Origem Inserção Inervação
Cricotiroideu Porção anterolateral da cricóide
  • Porção oblíqua: corno inferior da cartilagem tireóide
  • Porção reta: margem inferior da cartilagem tireóide
Nervo laríngeo externo, ramo do nervo laríngeo superior
Tireoaritenoideu Ângulo da cartilagem tireóidea e ligamento cricotiroideu Superfície ântero-lateral das aritenoides Nervo laríngeo inferior, ramo do nervo laríngeo recorrente
Cricoaritenoideu posterior Superfície posterior da cricoide Processo muscular das aritenoides
Cricoaritenoide lateral Arco da cricoide
Aritenoide transversa Borda lateral e processo muscular das aritenoides Borda lateral e processo muscular da aritenoide oposta
Aritenoide oblíquo Processo muscular das aritenoides Ápice da aritenoide oposta (com prolongamento para as pregas ariepiglóticas) Nervo laríngeo recorrente
Vocais Porções laterais dos processos vocais das aritenoides Porção anterior do ligamento vocal ipsilateral
  • Nervo laríngeo recorrente
  • Nervo laríngeo externo

Vídeos recomendados

Neurovasculatura

Fornecimento de sangue

  • Artéria laríngea superior:
    • Ramo da artéria tiroideia superior
    • Tem origem próxima da margem superior da cartilagem tiroideia
    • Acompanha o ramo interno do nervo laríngeo superior
    • Irriga a superfície interna da laringe
  • Artéria cricotiroideia:
    • Ramo da artéria tiroideia superior
    • Irriga o músculo cricotiroideu
  • Artéria laríngea inferior:
    • Ramo da artéria tiroideia inferior
    • Acompanha o nervo laríngeo inferior
    • Irriga as membranas mucosas e os músculos na porção inferior da laringe

Drenagem venosa

  • Veia laríngea superior:
    • Une-se à veia tiroideia superior
    • Drena para a veia cava superior
  • Veia laríngea inferior:
    • Une-se à veia tiroideia inferior
    • Drena para a veia braquiocefálica
Suprimento sanguíneo e inervação da laringe

Suprimento sanguíneo e inervação da laringe

Imagem por Lecturio.

Inervação

A inervação da laringe é feita por 2 ramos do nervo vago: os nervos laríngeo superior e inferior.

Nervo laríngeo superior:

  • Com origem no gânglio vagal inferior
  • Divide-se em 2 ramos:
    • Nervo laríngeo interno:
      • Sensitivo e autonómico
      • O maior dos 2 ramos
      • Fornece fibras sensitivas para as membranas mucosas no vestíbulo laríngeo e cavidade laríngea média e para a superfície superior das pregas vocais
    • Nervo laríngeo externo:
      • Motor
      • O menor dos 2 ramos
      • Inerva o músculo constritor da faringe e o músculo cricotiroideu

Nervo laríngeo inferior:

  • Constitui o principal nervo motor da laringe
  • Continuação do nervo laríngeo recorrente (ramo do vago)
    • O nervo laríngeo recorrente esquerdo tem origem no tórax.
    • O nervo laríngeo recorrente direito tem origem na raiz do pescoço.
  • Acompanha a artéria laríngea inferior
  • Divide-se em ramos anterior e posterior
    • O ramo anterior irriga os seguintes músculos:
      • Cricoaritenoideu lateral
      • Tireoaritenoideu
      • Vocais
    • O ramo posterior irriga os seguintes músculos:
      • Cricoaritenoideu posterior
      • Aritenoides transversas e oblíquas

Mnemónica:

  • “The larynx is supplied by the Xth (10th) cranial nerve.”
  • “SCAR”:
    • O nervo laríngeo Superior inerva o músculo Cricotiroideu.
    • Todos (All) os outros músculos são inervados pelo nervo laríngeo Recorrente.

Anatomia Microscópica

  • Laringe: membrana mucosa que contém epitélio colunar ciliado (epitélio respiratório)
  • Dobras:
    • Cordões vestibulares (plicae vestibulares):
      • Epitélio escamoso estratificado não queratinizado
      • Glândulas seromucosas
    • Cordas vocais (plicae vocales):
      • Escamoso estratificado não queratinizado
      • Sem glândulas
      • Ligamento vocal
      • Músculo vocal

Vídeos recomendados

Funções

Tabela: Funções da laringe
Músculo Função
Cricotiroideu
  • Rotação para frente e para baixo da cartilagem tiroide
  • Afina e estica as cordas vocais → produção de sons mais agudos
Cricoaritenoideu posterior
  • Abdução e rotação externa das cartilagens aritenoides
  • Adutor primário da glote
Cricoaritenoideu lateral
  • Rotação interna das cartilagens aritenoides e adução das cordas vocais
  • Fecha a rima da glote (“esfíncter da entrada da laringe”)
  • Auxilia na produção de voz sussurrada
Aritenoide transverso
  • Adução das cartilagens aritenoides
  • Fecha a rima da glote (“esfíncter da entrada da laringe”)
Aritenoide oblíquo
  • Adução das cartilagens aritenoides e das pregas ariepiglóticas
  • Fecha a rima da glote (“esfíncter da entrada da laringe”)
Tiroaritenoideu Esfíncter do vestíbulo e entrada da laringe
Músculo vocal Ajusta a tensão das pregas vocais

Movimentos da laringe:

Dependendo da ação (por exemplo, respiração, fonação, etc.), os músculos laríngeos regulam os movimentos das cordas vocais e determinam o tamanho da rima da glote, a abertura entre as cordas vocais.

Tabela: Movimentos da laringe
Movimentos
Respiração Na respiração silenciosa:
  • As cartilagens aritenoides estão em abdução.
  • A entrada laríngea está aberta.
  • A rima da glote está aberta e em forma de triângulo.
Na inspiração forçada:
  • As cartilagens aritenoides são giradas lateralmente.
  • As pregas vocais estão em abdução.
  • A rima da glote está mais aberta.
Fonação
  • As cartilagens aritenoides e as pregas vocais estão em adução.
  • O ar é forçado através da rima da glote.
Encerramento de esforço A rima da glote está completamente fechada.
Deglutição
  • A entrada laríngea é estreita.
  • A rima da glote está fechada.
  • A laringe move-se para cima e para frente.
  • A epiglote oscila para baixo.
As funções dos músculos intrínsecos da laringe

As funções dos músculos intrínsecos da laringe:
Observar os efeitos nas cordas vocais e na rima da glote.

Imagem por Lecturio.
Cabeça e pescoço laringe e epiglote

Músculos intrínsecos da laringe

Imagem por Lecturio.

Relevância Clínica

Doenças infecciosas da laringe

  • Laringite: inflamação aguda da laringe; pode ser infecciosa ou não infecciosa: a laringite resulta em febre, rouquidão, dor ou tosse irritante que piora à noite, juntamente com garganta seca e mal-estar. Coriza e cefaleia podem ser sintomas associados.
  • Epiglotite: inflamação aguda da epiglote e estruturas circundantes no espaço supraglótico: A epiglotite é mais fatal e de início súbito em comparação com a laringite. O Haemophilus influenzae é o agente mais frequente em crianças. Os doentes apresentam disfagia e odinofagia, juntamente com dispneia com ou sem estridor.
  • Difteria: infeção bacteriana grave causada por Corynebacterium diphtheriae : A difteria afeta as membranas mucosas do nariz e da garganta, resultando em odinofagia, febre, edema das glândulas e astenia.
  • Garupa: doença causada mais frequentemente por uma infeção viral ou raramente por uma infeção bacteriana, que resulta em edema dentro da traqueia e interfere na respiração normal.

Doenças congénitas da laringe

Laringomalácia: flacidez excessiva da laringe supraglótica faz com que ela seja “sugada” para fora da sua posição durante a inspiração, podendo produzir estridor: Esta condição manifesta-se ao nascimento e desaparece após os 2 anos de idade.

Doenças miscelâneas da laringe

Aspiração de corpo estranho: emergência potencialmente fatal que ocorre mais frequentemente em crianças entre 1 a 3 anos. Apresenta-se como início súbito de tosse, asfixia, estridor e dispneia.

Referências

  1. Drake, R., et al. Gray’s Anatomy for Students E-Book. Elsevier Health Sciences, 2014.
  2. Standring, S. Gray’s Anatomy: The Anatomical Basis of Clinical Practice, 41st ed. Edinburgh: Churchill Livingstone/Elsevier, 2016.

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

Details