Domina os Conceitos Médicos

Estuda para o curso e exames de Medicina com a Lecturio

Antebraço

O antebraço é a região do membro superior entre o cotovelo e o punho. O termo “antebraço” é usado em anatomia para distinguir esta área do braço, um termo frequentemente usado para descrever todo o membro superior. O antebraço consiste em 2 ossos longos (o rádio e a ulna), a membrana interóssea e várias artérias, nervos e músculos. Os músculos estão agrupados em 2 compartimentos: anterior e posterior. As funções destes músculos são a flexão e extensão do punho e dedos, além de contribuir para a flexão do cotovelo.

Última atualização: 19 Apr, 2022

Responsibilidade editorial: Stanley Oiseth, Lindsay Jones, Evelin Maza

Ossos e Articulações do Antebraço

Ossos

O antebraço contém 2 ossos longos:

  • Rádio
    • Localizado na região lateral do antebraço
    • Articula-se proximalmente com o úmero e a ulna
    • Articula-se distalmente com a ulna, escafóide e semilunar
  • Ulna
    • Localizado na região medial do antebraço
    • Afunila gradualmente de proximal para distal
    • Articula-se proximalmente com o úmero e o rádio
    • Articula-se distalmente com o rádio e o disco articular do punho (complexo de fibrocartilagem triangular (TFCC, pela sigla em inglês))

A membrana interóssea fibrosa mantém os ossos do antebraço juntos: o rádio lateralmente e a ulna medialmente.

Articulações

  • Articulação radioulnar proximal
    • Em pivô
    • Entre a cabeça do rádio e o anel formado pela incisura radial da ulna e o ligamento anular
  • Articulação radioulnar distal
    • Em pivô
    • Entre a cabeça da ulna e a incisura ulnar do rádio distal
    • Uniaxial, permite os movimentos de pronação-supinação
    • Apoiado pelo TFCC, um importante estabilizador ligamentar da articulação radioulnar distal e carpo ulnar que amortece as forças transmitidas através do lado ulnar do punho. Consiste em:
      • Disco articular central
      • Homólogo do menisco
      • Ligamento colateral ulnar
      • Ligamentos radioulnar dorsal e volar
      • Sub-bainha do extensor ulnar do carpo
  • Membrana interóssea
    • Tecido fibroso que cria a sindesmose radioulnar
    • Abrange o espaço entre o rádio e a ulna e transfere forças durante a pronação e supinação
Vista inferior da articulação rádio-ulnar distal

Articulação radioulnar distal

Imagem por Lecturio.

Músculos do Compartimento Anterior do Antebraço

Os músculos do compartimento anterior do antebraço são frequentemente separados em camadas superficial, intermédia e profunda.

Camada superficial

Músculo Origem Inserção Inervação Função
Pronador teres
  • Cabeça ulnar: processo coronóide da ulna
  • Cabeça do úmero: epicôndilo medial
A meio da superfície lateral do rádio Nervo mediano (C7) Pronação e flexão do antebraço
Flexor radial do carpo Epicôndilo medial do úmero Base do 2º metacarpo Flexão e adução do punho
Palmar longo Retináculo flexor e aponevrose palmar Flexão do punho e tensão da aponevrose palmar
Flexor ulnar do carpo Olecrânio e ulna posterior Pisiforme, gancho do hamato, 5º metacarpo Nervo ulnar (C8) Flexão e adução do punho
Vista anterior do antebraço direito, apresentando os músculos da camada superficial do compartimento anterior

Vista anterior do antebraço direito, com os músculos da camada superficial do compartimento anterior

Imagem por BioDigital, editada por Lecturio

Camada intermédia

Músculo Origem Inserção Inervação Função
Flexor superficial dos dedos
  • Cabeça úmero-ulnar: epicôndilo medial (do úmero) e processo coronoide (da ulna)
  • Cabeça radial: diáfise do rádio
Falanges médias dos 4 dedos mediais Nervo mediano (C7, C8, T1)
  • Flexão do pulso
  • Flexão da articulação interfalângica proximal
Vista anterior do antebraço direito, apresentando o único músculo da camada intermediária do compartimento anterior

Vista anterior do antebraço direito, com os músculos da camada intermédia do compartimento anterior

Imagem por BioDigital, editada por Lecturio

Camada profunda

Músculo Origem Inserção Inervação Função
Flexor profundo dos dedos Região proximal das superfícies medial e anterior da ulna e membrana interóssea Falanges médias dos 4 dedos mediais
  • Dedos 2-3: nervo mediano (C7, C8, T1)
  • Dedos 4-5: nervo ulnar (T1)
  • Flexão do pulso
  • Flexão da articulação interfalângica distal
Flexor longo do polegar Superfície anterior do rádio e membrana interóssea Falange distal do 1º dedo Nervo interósseo anterior, ramo do nervo mediano (C8)
  • Flexão do pulso
  • Flexão das articulações interfalângica e metacarpofalângica do 1º dedo
Pronador quadrado Quarto distal da ulna Quarto distal do rádio Pronação do antebraço
Vista anterior do antebraço direito, apresentando os músculos da camada profunda do compartimento anterior

Vista anterior do antebraço direito, com os músculos da camada profunda do compartimento anterior

Imagem por BioDigital, editada por Lecturio

Músculos do Compartimento Posterior do Antebraço

Os músculos do compartimento posterior do antebraço estão separados em camadas superficial e profunda.

Camada superficial

Músculo Origem Inserção Inervação Função
Braquio-radial ⅔ proximais da crista supracondilar lateral Superfície lateral do rádio distal e processo pré-estilóide Nervo radial (C6) Flexão fraca do cotovelo, flexão forte quando em pronação média
Extensor radial longo do carpo Crista supracondilar lateral Superfície dorsal do 2º metacarpo Nervo radial (C6, C7) Extensão e abdução do punho
Extensor radial curto do carpo Epicôndilo lateral (origem extensora comum) Superfície dorsal do 3º metacarpo Ramo profundo do nervo radial (C7)
Extensor comum dos dedos Epicôndilo lateral (origem comum dos extensores) Expansão do extensor dos 4 dedos mediais Nervo interósseo posterior (C7; ramo do nervo radial profundo)
  • Extensão do punho
  • Extensão dos 4 dedos mediais nas articulações metacarpofalângicas e interfalângicas (o extensor do dedo mínimo é responsável pelo 5º dedo)
Extensor do dedo mínimo Expansão do extensor do 5º dígito
Extensor ulnar do carpo Epicôndilo lateral e superfície posterior da ulna Face dorsal do 5º metacarpo Extensão e adução do punho
Ancónio Insere-se na face posterior do epicôndilo lateral Superfície lateral do olecrânio Nervo radial (C7, C8) Extensão do cotovelo

Camada profunda

Músculo Origem Inserção Inervação Função
Abdutor longo do polegar Superfície posterior do rádio e ulna, e membrana interóssea Metacarpo do 1º dedo Nervo interósseo posterior (C8), ramo do nervo radial profundo
  • Extensão do punho
  • Abdução do polegar e extensão do mesmo na articulação carpometacárpica
Extensor longo do polegar Superfície posterior da ulna e membrana interóssea Superfície dorsal da falange distal do 1º dedo
  • Extensão do punho
  • Extensão da falange distal (extensor longo do polegar (ELP))/proximal (extensor curto do polegar (ECP)) do polegar na articulação interfalângica
  • Extensão das articulações metacarpofalângicas e carpometacárpicas
Extensor curto do polegar Superfície posterior do rádio e membrana interóssea Superfície dorsal da falange proximal do 1º dedo
Supinador Epicôndilo lateral do úmero, fossa supinadora e ulna proximal Superfícies posteriores/laterais/anteriores do rádio proximal Ramo profundo do nervo radial (C8) Supinação do antebraço
Extensor do dedo indicador Superfície posterior da ulna e membrana interóssea Expansão do extensor do 2º dígito Nervo interósseo posterior (C8), ramo do nervo radial profundo
  • Extensão do punho
  • Extensão (independente) do 2º dedo

Vasos do Antebraço

Artérias

As 2 artérias principais do antebraço, as artérias radial e ulnar, são ramos da artéria braquial. Estas 2 artérias unem-se na mão, formando uma anastomose, as artérias palmares superficial e profunda.

  • Artéria radial
    • Vasculariza a região posterolateral do antebraço
    • Emite ramos importantes:
      • Artéria recorrente radial: anastomose à volta do cotovelo
      • Ramo palmar do carpo: vasculariza os ossos do carpo
      • Contribui para os arcos palmares superficiais e profundos da mão
  • Artéria ulnar
    • Vasculariza a região anteromedial do antebraço e a membrana interóssea
    • Emite ramos importantes:
      • Artéria recorrente ulnar: anastomose à volta do cotovelo
      • Artéria interóssea comum: origina as artérias interósseas anterior e posterior
      • Ramos carpais dorsais e palmares: vascularizam os ossos do carpo
      • Contribui para os arcos palmares superficiais e profundos da mão

Veias

As veias do antebraço estão divididas em superficiais e profundas:

  • Veias superficiais
    • Cefálico: região lateral do antebraço, que se liga à veia basílica pela veia ulnar mediana
    • Basílica: região medial do antebraço, que se liga à veia ulnar mediana e a veia antebraquial mediana
    • Veia antebraquial mediana: dentro do tecido subcutâneo, mais frequentemente termina na veia ulnar mediana
  • Veias profundas
    • Radial e ulnar: comunicam-se com as veias superficiais através das veias perfurantes, unidas por ramos transversais

Inervação do Antebraço

Os nervos mediano, ulnar e radial passam pelo antebraço e inervam os músculos dos compartimentos anterior e posterior.

Os 3 principais nervos motores do antebraço inervam os seguintes músculos:

  • Mediano: todos os músculos do compartimento anterior ou flexor do antebraço (exceto os 2 músculos inervados pelo nervo ulnar)
  • Ulnar: músculo flexor ulnar do carpo e metade medial do flexor profundo dos dedos no compartimento anterior ou flexor
  • Radial: todos os músculos do compartimento posterior ou extensor do antebraço

Existem 3 nervos sensoriais principais do antebraço:

  • Nervo cutâneo lateral do antebraço (do nervo musculocutâneo): inerva a pele sobre o braço lateral
  • Nervo cutâneo medial do antebraço (do cordão medial do plexo braquial): inerva a pele sobre o antebraço medial
  • Nervo cutâneo lateral inferior ou posterior (do nervo radial): inerva a pele sobre o braço posterior

Relevância Clínica

A seguir estão condições clínicas comuns relacionadas ao antebraço:

  • Fraturas do rádio distal: são fraturas comuns do braço, com distribuição bimodal. Pode ser causada por quedas de baixa energia ou trauma de alta energia em pacientes mais jovens. Mais comum em mulheres acima dos 50 anos com osteoporose.
  • Lesões do complexo da fibrocartilagem triangular (TFCC, pela sigla em inglês): O TFCC é o principal estabilizador ligamentar da articulação radioulnar distal. A lesão do TFCC pode ser aguda, por queda com a mão em extensão, ou crónica, secundária a lesões por uso excessivo.
  • Lesões de nervos periféricos na extremidade superior:
    • Neuropatia do nervo mediano no antebraço: A localização mais comum da mononeuropatia do nervo mediano é o túnel cárpico. Outros dois aprisionamentos do nervo mediano menos comuns no antebraço proximal, são a síndrome do pronador e a síndrome do interósseo anterior.
      • Síndrome do túnel cárpico (STC): A neuropatia compressiva mais comum, frequentemente precipitada por vibrações e movimentos repetitivos e está associada a diabetes, patologia tiroideia, artrite reumatoide e gravidez.
    • Neuropatia do nervo radial: A lesão do nervo radial no antebraço pode ser através do seu ramo, o nervo interósseo posterior, causando a síndrome do supinador e a síndrome do túnel radial. Outra possível lesão pode ocorrer no nervo superficial radial, no antebraço distal, chamada quiralgia parestésica ou “neuropatia das algemas”.
    • Neuropatia do nervo ulnar: A lesão do nervo ulnar pode ocorrer na região posteromedial do cotovelo, secundária a trauma direto no cotovelo medial, lacerações, fraturas do úmero distal ou aprisionamento do nervo.
      • Síndrome do túnel ulnar: neuropatia compressiva do nervo ulnar no cotovelo; a 2ª neuropatia compressiva mais comum. A síndrome do túnel ulnar pode apresentar-se com atrofia do músculo interósseo e “mão em garra”.
      • Neuropatia do canal de Guyon: compressão do nervo ulnar no antebraço/punho distal no canal de Guyon. Por vezes chamada “paralisia do guiador”, por ser observada em ciclistas.

Referências

  1. Drake, R.L., Vogl, A.W., & Mitchell, A.W.M. (2014). Gray’s Anatomy for Students (3rd ed.). Philadelphia, PA:  Churchill Livingstone.

USMLE™ is a joint program of the Federation of State Medical Boards (FSMB®) and National Board of Medical Examiners (NBME®). MCAT is a registered trademark of the Association of American Medical Colleges (AAMC). NCLEX®, NCLEX-RN®, and NCLEX-PN® are registered trademarks of the National Council of State Boards of Nursing, Inc (NCSBN®). None of the trademark holders are endorsed by nor affiliated with Lecturio.

Estuda onde quiseres

A Lecturio Medical complementa o teu estudo através de métodos de ensino baseados em evidência, vídeos de palestras, perguntas e muito mais – tudo combinado num só lugar e fácil de usar.

Aprende mais com a Lecturio:

Complementa o teu estudo da faculdade com o companheiro de estudo tudo-em-um da Lecturio, através de métodos de ensino baseados em evidência.

User Reviews

¡Hola!

Esta página está disponible en Español.

🍪 Lecturio is using cookies to improve your user experience. By continuing use of our service you agree upon our Data Privacy Statement.

Details